Líder do MST é apresentado ao PT como pré-candidato a prefeito de Vitória da Conquista

Postado em jul 29 2015 - 3:44pm por Jornal da Chapada
foto

Márcio Matos é ligado à tendência interna do Partido dos Trabalhadores, Esquerda Popular Socialista | FOTO: Peter Shilton |

Os debates para a sucessão no município de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano, ganham um novo nome para a prefeitura no pleito de 2016. Trata-se do dirigente nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais (MST), Márcio Matos, ligado à tendência interna do Partido dos Trabalhadores (PT), Esquerda Popular Socialista (EPS). A informação foi confirmada na terça-feira (28), após reunião da executiva municipal do partido que contou com a presença de membro da executiva estadual. Matos deve se desligar da direção nacional do MST até o final do ano para se dedicar à política e ao fortalecimento do partido em Conquista. De acordo com o secretário de Finanças do PT, Murilo Brito, que participou do encontro em Conquista, o nome foi apresentado como opção para o próximo período eleitoral. “A apresentação do nome de Márcio, cumpriu o processo formal junto ao partido no município. O debate deve acontecer sempre nas instâncias internas primeiro. Isso envolve diretamente os dirigentes locais e fortalece o PT”, declara Murilo.

A reunião foi coordenada pelo presidente da legenda em Vitória da Conquista, Rudival Maturano, que recebeu a indicação de Márcio. O líder do PT na Câmara de Vereadores, Júlio Honorato, também esteve no encontro e apontou os últimos 19 anos de avanços para os conquistenses. “O PT foi escolhido pelos trabalhadores do município, levando em consideração os mais profundos anseios populares. Em 1996, ousamos eleger Guilherme prefeito e demos um salto econômico e social enorme. Conquista deixou de ser uma cidade importante apenas para sua região e virou uma potência estadual, a terceira maior da Bahia. O crescimento se deve ao modelo seguido por Guilherme e José Raimundo, da melhoria da qualidade de vida do povo, dos serviços, da infraestrutura e, sobretudo, da inclusão social. Agora é a vez de avançarmos ainda mais e eleger um jovem militante, oriundo do MST, para governar e seguir os trabalhos e aumentar a inclusão social e política”, afirma o edil.

Conheça Márcio Matos
Marcinho, como é conhecido, tem 30 anos, filho do ex-prefeito de Vitória da Conquista e ex-deputado estadual Jadiel Matos, é militante do MST, no qual foi eleito o mais jovem integrante da sua direção nacional, quando tinha apenas 21 anos. Já representou o movimento diversas vezes em eventos estaduais, nacionais e fora do Brasil, ganhando reconhecimento internacional. Senadores, prefeitos, vereadores, secretários de estado e lideranças políticas conhecem a atuação de Matos como um jovem que dialoga de perto com os novos anseios populares. Tem fortes ligações com movimentos sociais, sindicais, de mulheres, de combate ao racismo, pelos direitos LGBT, dos trabalhadores do campo, da juventude, dos estudantes e comunitários.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.