Pular para a barra de ferramentas
AssessoriaCidadesCuriosidadesEconomiaEditorialMenu PrincipalPolítica

Chapada: Prefeita de Nova Redenção constrói quadra poliesportiva no município de Boa Vista do Tupim

foto 1
Placa informativa sobre a construção da quadra no Assentamento Bom Jesus, município de Boa Vista do Tupim, pela prefeitura de Nova Redenção | FOTO: Jornal da Chapada |

O título da matéria poderia até ser de um tabloide sensacionalista para atrair a atenção do leitor. Não fosse ele a pura verdade. A prefeita do município de Nova Redenção gasta os parcos recursos públicos que deveriam ser em benefício dos seus cidadãos, pasmem, para o bem-estar e o lazer dos munícipes de Boa Vista do Tupim. A gestora Anna Guadalupe Azevedo (PSD), firmou um convênio com o governo federal, no valor de R$ 244.693,42, para a construção de uma quadra poliesportiva no seu município. Entretanto, quando foi escolher o local optou por fazê-la no Assentamento do Bom Jesus. Acontece que essa comunidade não pertence à Nova Redenção, mas sim ao município vizinho de Boa Vista do Tupim.

Leia também:
Chapada: Estudantes de colégio estadual em Nova Redenção protestam pelo retorno da diretora

O prefeito João Durval Passos Trabuco (PT) solicitou, e obteve uma manifestação formal da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), responsável pela coordenação dos trabalhos que recentemente definiu as linhas divisórias dos municípios baianos, que atestou ser o Assentamento Bom Jesus uma comunidade de Boa Vista do Tupim e não de Nova Redenção, no que foi prontamente atendido. O ofício diz expressamente que “sobre a localização do Assentamento Bom Jesus, informamos que conforme os limites municipais vigentes, o referido assentamento está localizado no município de Boa Vista do Tupim”.

foto 2
A prefeita de Nova Redenção, Anna Guadalupe, não quis se pronunciar sobre o episódio | FOTO: Reprodução/Arquivo |

O Jornal da Chapada procurou o prefeito João Durval Trabuco, o popular Gidu, que apesar de se sentir prestigiado pela boa ação da prefeita, ingressou na justiça requerendo uma medida que impeça a prefeitura de Nova Redenção de dar continuidade à obra. “Não só porque caracteriza uma usurpação de uma competência que é de Boa Vista do Tupim, mas também para que futuramente a prefeita Anna Guadalupe não venha a enfrentar problemas com a prestação de contas do convênio celebrado”, ressalta Gidu.

Procurada, a prefeita não quis se manifestar sobre o episódio. Guadalupe demonstrou total desinformação e desconhecimento sobre os limites do seu município, que são fixados por meio da Lei Estadual nº 12.907, de 26.09.2013, que atualizou os limites dos municípios que integram o Território de Identidade da Chapada Diamantina.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios