CidadesCuriosidadesMenu Principal

Controle de doenças pode gerar mais de R$ 55 bi ao país

foto
Com a participação de cientistas renomados internacionalmente, o 9º Congresso Brasileiro de Biossegurança debaterá o impacto das doenças emergentes e reemergentes na economia brasileira | FOTO: Reprodução |

Organizado pela Associação Nacional de Biossegurança (ANBio), o 9º Congresso Brasileiro de Biossegurança (CBB) reunirá cientistas de todo o mundo no Hotel Plaza São Rafael, em Porto Alegre (RS), entre os dias 29 de setembro e 1º de outubro. Será o maior evento científico sobre o tema no hemisfério Sul. Nesta edição, o ciclo de debates abordará o panorama global das doenças emergentes e reemergentes, como, por exemplo, o ebola, a tuberculose e a coqueluche, e seus impactos socioeconômicos. A edição também irá comemorar os 20 anos da implantação da Lei de Biossegurança no Brasil, iniciativa de sua idealizadora e presidente da ANBio, a Dra. Leila Macedo.

Segundo estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil lucraria, até 2030, mais de R$ 55 bilhões se controlasse sete doenças tropicais negligenciadas (DTNs), consideradas endêmicas no país – hanseníase, esquistossomose, leishmaniose visceral, oncocercose, tracoma, filariose linfática e Chagas. A estimativa considera o que seriam as suas consequências, como, por exemplo, o impacto das faltas ao trabalho, aposentadorias precoces e sequelas que reduzem a capacidade laboral dos enfermos.

Cientistas de renome internacional já confirmaram presença, como o Dr. Reed Cohen, da International Federation of Biosafety Associations (IFBA – EUA), que abordará o papel do profissional da biossegurança na redução dos riscos biológicos para a população; a Dra. Susana Fink, do Instituto de Medicina Experimental e do Consejo Nacional de Investigaciones Científicas Y Técnicas (IMEX-CONICET – Argentina), que abordará as doenças emergentes e reemergentes na Argentina e o Dr. Giuliano Degrassi, da International Centre for Genetic Engeneering and Biotechnology (ICGEB – Itália), que irá palestrar sobre os avanços na análise de risco de organismos modificados geneticamente

Para a presidente da ANBio, o congresso estabelecerá um importante intercâmbio cultural e científico entre estudantes, profissionais e pesquisadores do Brasil e de países onde pesquisas de ponta em biossegurança e biosseguridade estão em andamento. A programação do encontro ainda inclui palestras, mesas-redondas e minicursos. Em conjunto com o congresso acontecerão o 9º Simpósio Latino Americano de Biossegurança de Produtos Transgênicos e a 9ª Exposição de Dispositivos de Biossegurança.

Sobre a ANBio:
A Associação Nacional de Biossegurança (ANBio) foi criada em 1999 com o objetivo de difundir informações a respeito dos avanços da biotecnologia moderna e seus mecanismos de controle. No seu escopo de trabalho estão a promoção do conhecimento relativo à biossegurança e suas práticas, como disciplina científica, além da capacitação e orientação de profissionais que implementam a biossegurança em instituições de pesquisa e de ensino da área biomédica.

Mais informações:
IX Congresso Brasileiro de Biossegurança
Site: www.anbio.org.br
Local: Hotel Plaza São Rafael (Porto Alegre – RS).

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios