CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolícia

Operação Bahia Sem Fogo na Chapada Diamantina é reforçada com Corpo de Bombeiros

foto
Bombeiros chegam à Chapada Diamantina para auxiliar no combate ao fogo, que devasta o Parque Nacional | FOTO: Secom |

Começou na terça-feira (15) o acionamento da Operação Bahia Sem Fogo – Força Tarefa de Prevenção e Combate a Incêndio Florestal para emprego de tropas de Bombeiros de todo o estado, na Chapada Diamantina e regiões de risco de incêndio florestal. A operação é responsável pelas ações efetivas de prevenção e combate a incêndios florestais, principalmente no entorno das unidades de conservação, das áreas de preservação permanente e de grande interesse ecológico. Serão aplicados para esta operação dois aviões Air Tractor, locados pela Secretaria do Meio Ambiente (Sema), com capacidade de lançamento de 2000 litros de água sobre as chamas.

Inicialmente, a tropa composta por 23 bombeiros militares de Salvador e região metropolitana foi enviada na terça-feira à Base de Bombeiros no 11º GBM – Lençóis e se desloca nesta quarta (16) para o Parque Nacional, a fim de promover novas ações de reforço e combate às chamas. Desde o dia 12 de setembro, foram combatidos focos de incêndio no município de Mucugê. O evento foi controlado e combatido pelos bombeiros militares, do efetivo que compõe o 11º GBM em Lençóis. O incêndio está sendo monitorado pela Secretaria de Meio Ambiente daquele município.

foto5
Aviões ajudam na operação para debelar focos na Chapada Diamantina | FOTO: Secom |

Defesa Civil envia equipamentos
A Superintendência Estadual da Defesa Civil (Sudec) enviou equipamentos como botas, mochilas, máscaras, balaclavas, cantis, luvas, gandolas, calças e meiões para auxiliar os brigadistas no combate aos focos de incêndio em Andaraí, na Chapada Diamantina. De acordo com o titular do órgão, Rodrigo Hita, o Governo do Estado está fazendo uma ação programada conjunta, através da própria Sudec, Corpo de Bombeiros e Secretaria do Meio Ambiente (Sema) para debelar o fogo que atinge a vegetação na região.

“São mais de 40 brigadistas do ICMBio [Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade], 25 voluntários, além de 24 bombeiros. A estrutura contém ainda um helicóptero cedido pela Sema, dois aviões e um trator, que facilita o acesso por terra”, contou. A principal dificuldade, segundo Hita, é que os focos de incêndio estão em lugares de difícil acesso, o que pode levar até oito horas de trajeto a pé. No entanto, ele ressaltou a parceria entre o governo e a prefeitura local para o controle dos focos de incêndio.

Leia também:
Confira imagens dos incêndios que consomem o Parque Nacional da Chapada Diamantina
Chapada Diamantina teve mais de 9 mil hectares consumidos pelo fogo, diz ICMBio
Aeronave será enviada nesta quarta para reforçar combate aos incêndios na Chapada Diamantina

Leia também:
Fogo continua na Chapada Diamantina e brigadistas querem ajuda de helicópteros em Andaraí
Chapada: Prefeitura de Mucugê diz que auxiliou os brigadistas no combate ao fogo
Incêndios afetam áreas da Chapada Diamantina; região próxima ao Vale do Capão é atingida
Brigadistas contêm fogo no Parque Nacional da Chapada Diamantina e seguem monitoramento; entenda a situação

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios