CidadesCuriosidadesEducaçãoMenu Principal

Chapada: Em audiência, comissão é formada para viabilizar melhorias na via de acesso ao Ifba de Seabra

foto5
Na audiência, uma comissão foi formada para se reunir, em breve, com a prefeitura de Seabra e com o governo do estado | FOTO: GeCom/Ifba Seabra |

Diante da dificuldade de deslocamento e falta de segurança nas mediações do Campus Seabra do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (Ifba), vereadores, secretários, deputados, membros de associações, sindicatos, órgãos privados, gestores, funcionários, estudantes e seus familiares estiveram presentes na audiência pública para tratar da situação da estrada de acesso ao instituto. Com a finalidade de garantir a pavimentação e iluminação desta via, cerca de 300 pessoas se reuniram no auditório do Campus Seabra do Ifba, na última sexta-feira (16).

A audiência começou com a exibição do documentário “Não tem progresso sem acesso”, de autoria de dois egressos do instituto, Eric Almeida e Ana Caroline Rocha, ao lado da aluna do Ifba, Bárbara Lima, e do estudante de jornalismo, Iago Aquino. O vídeo apresentou uma retrospectiva da problemática, desde a inauguração do campus, incluindo depoimentos de administradores públicos, de professores, técnicos administrativos, funcionários terceirizados, estudantes e gestores do Ifba.

Leia também
Chapada: Falta de segurança impossibilita que o Ifba de Seabra implante cursos noturnos

Durante a audiência, o vereador e presidente da Câmara Municipal, Iovane de Oliveira Guanaes Filho, esclareceu a situação orçamentária do município, informando que o recurso é relativamente alto. Mas se comprometeu em viabilizar, junto com o governo do estado e a União, uma saída para a estruturação da estrada, iniciando pela citação da obra no orçamento 2016.

foto5
Diante da dificuldade de deslocamento e falta de segurança, a instituição está impossibilitada de inaugurar cursos noturnos | FOTO: GeCom/Ifba Seabra |

Os estudantes também narraram o cotidiano precário do transporte municipal, que nem sempre está disponível. Alguns servidores e pais compartilharam a dificuldade diária com a falta de infraestrutura no percurso, o que tem contribuindo para a evasão em várias turmas, mencionando acidentes (como quedas de moto), além de problemas de saúde (especialmente respiratórios, em virtude da poeira da estrada de terra).

Ao final, uma comissão, proposta pelo diretor geral do Campus Seabra, Robson Menezes, foi formada para se reunir, em breve, com a prefeitura de Seabra e com o governo do estado. “Temos de ofertar cursos subsequentes e superiores à noite e atingir a meta de 1.200 alunos. No próximo ano, nosso orçamento estará condicionado à quantidade de estudantes, que hoje não chega a 400. Temos de garantir a qualidade do ensino, mas, para isso, dependemos da pavimentação e iluminação da via que liga a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) ao Ifba”, lembrou Menezes.

Ifba Compus Seabra
Fundado em 2011, o instituto oferece cursos técnicos integrados de informática e meio ambiente, este último disponível também na forma subsequente ao ensino médio. O instituto pretende implantar formações de nível superior, com ênfase nas licenciaturas, bacharelados e graduações tecnológicas. No Ifba, as atividades envolvem aulas práticas em laboratório e visitas técnicas. Ainda em 2015, um novo pavilhão de aulas será inaugurado em Seabra, com 12 salas, incluindo laboratórios e uma nova biblioteca. Jornal da Chapada com informações da Gerência de Comunicação Social (GeCom), Campus Seabra.

Confira mais imagens:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios