Governo informa que comprou R$ 500 mil em equipamentos para uso de brigadistas na Chapada Diamantina

Postado em dez 13 2015 - 9:49am por Jornal da Chapada
foto5

Parte desse material será entregue para os representantes das brigadas, no grupamento do Corpo de Bombeiro de Lençóis, neste domingo | FOTO: Mateus Pereira/Secom |

O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Meio Ambiente (Sema) e do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), comprou R$ 500 mil em Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para utilização dos brigadistas voluntários que atuam no combate aos incêndios na região da Chapada Diamantina. Parte desse material – que inclui luvas, máscaras, foice, abafadores, mochilas costais, facões, foices, pás, enxadas e fardamento – será entregue para os representantes das brigadas, no grupamento do Corpo de Bombeiro de Lençóis, neste domingo (13).

Segundo o secretário estadual do Meio Ambiente, Eugênio Spengler, a compra realizada pelo Governo neste sábado (12) busca oferecer melhores condições às pessoas comprometidas com o combate ao fogo na região. “Os equipamentos que serão entregues hoje [neste domingo, 13] irão substituir os EPI´s perdidos durante o combate ao fogo. Mais EPI´s serão encaminhados para Lençóis no decorrrer da semana”, frisou.

Leia também:
Novos incêndios atingem Barra da Estiva e Andaraí; Morro do Ouro e Roncador sob ameaça
Fogo na Chapada: Ventos fortes durante a noite aproximam chamas de casas de povoado no Vale do Capão
Situação volta a complicar na Chapada Diamantina; Capão, Ibicoara e Lençóis combatem chamas

foto5

Três helicópteros e seis aviões modelo air tractors auxiliam nos combates | FOTO: Mateus Pereira/Secom |

“O envolvimento dos brigadistas voluntários é imprescindível para apoiar as demais ações que a Sema e o Inema realizam no combate às queimadas e incêndios florestais”, acrescentou o titular da secretaria. O objetivo, segundo Spengler, é combater a incidência dos focos de calor e a propagação de incêndios florestais registrados durante o período de estiagem, que este ano está durando mais que o normal.

Os últimos focos de incêndios começaram na semana passada, em decorrência dos raios que surgiram na região. “Como houve pouca ocorrência de chuvas, existe a possibilidade destes raios, incidindo em áreas de vegetação mais seca, terem provocado o início de novos focos”, explicou o meteorologista do Inema, Heráclio Alves.

Atualmente, a operação coordenada pelo programa Bahia Sem Fogo na região conta com 60 bombeiros militares, 40 brigadistas, 8 peritos, quatro veículos tracionados (4×4), três helicópteros e seis aviões modelo air tractors (capazes de transportar até 3,8 mil litros d´água).

Leia também:
Previsão de final de semana com temperaturas elevadas na Chapada Diamantina
Brigada de Lençóis volta a reclamar de ações do poder público para combater o fogo; prefeitura rebate
Luta contra as chamas no Vale do Capão segue intensa e fogo volta a ameaçar nascente do Riachinho
Fogo na Chapada: Parque onde fica a Cachoeira do Buracão é fechado em Ibicoara

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

4 Comentários Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.