ACM Neto pode não disputar sucessão estadual de 2018, diz coluna

Postado em jan 18 2016 - 9:19am por Jornal da Chapada
foto5

O prefeito de Salvador ACM Neto (DEM) | FOTO: Reprodução |

Tem sido cada vez mais frequente entre aliados do prefeito ACM Neto (DEM) a avaliação segundo a qual ele não estaria mais tão animado quanto esteve no passado em relação à possibilidade de disputar a sucessão estadual de 2018 contra o governador Rui Costa (PT). A quantidade de fatores envolvendo a decisão é um dos pontos que têm feito o gestor municipal avaliar duplamente a hipótese de renunciar a um eventual segundo mandato na Prefeitura para entrar na disputa. A forte reflexão que estaria fazendo sobre o assunto é que teria levado o prefeito a mencionar a hipótese de manter a atual vice, Célia Sacramento, na chapa com que irá disputar a reeleição em 2018.

“Se Neto não pretende disputar a sucessão estadual de 2018, por que vai brigar com a vice-prefeita Célia Sacramento, excluindo-a da chapa da reeleição? Não faz sentido ele (Neto) colocar outro nome se pretende levar o segundo mandato até o fim”, diz, com todas as letras, um aliado importante do prefeito, avaliando seus últimos movimentos em relação à própria sucessão, no final do ano.

Enquanto ACM Neto emite sinais trocados em relação ao jogo que fará para escolher o vice com que disputará a reeleição, cresce a torcida em setores de seu grupo por nomes que sejam basicamente técnicos, sem maiores experiências políticas. É que estes seriam mais suscetíveis de manipulação não apenas por Neto, mas principalmente pela turma dele que ficará na Prefeitura, caso realmente aceite renunciar para concorrer ao governo do Estado. As informações são da Coluna Raio Laser, Tribuna da Bahia.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.