Lençóis: MP defende tombamento da Festa de Senhor dos Passos como patrimônio imaterial; confira programação

Postado em jan 28 2016 - 12:28pm por Jornal da Chapada
foto5

A recomendação do MP foi encaminhada à Diocese de Irecê, à qual se vincula a Paróquia de Lençóis | FOTO: Reprodução/Uefs Lençóis |

A Festa de Nosso Senhor Bom Jesus dos Passos, Padroeiro dos Garimpeiros de Lençóis, na Chapada Diamantina, deve se tornar o mais novo patrimônio cultural imaterial do Brasil e da Bahia. Essa foi uma recomendação feita no dia 21 de janeiro pelo promotor de Justiça Augusto César Carvalho de Matos do Ministério Público estadual (MP). Matos encaminhou a recomendação à Diocese de Irecê, à qual se vincula a Paróquia de Lençóis, e aos Institutos de Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac) e do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Segundo o promotor de Justiça, a Paróquia na última edição do festejo afastou a Sociedade União dos Mineiros de Assistência Social (SUM) da organização do evento e alterou algumas de suas características tradicionais por considerá-las profanas, o que pode comprometer a concretização do processo de registro nos dois órgãos, cujas notas técnicas já reconheceram o valor cultural da manifestação.

Leia também:
Chapada: Festa do Senhor dos Passos em Lençóis deve se tornar Patrimônio Imaterial da Bahia

O MP recomenda que a Diocese e a Paróquia adotem uma série de medidas que garanta, efetivamente, a participação dos membros da SUM, “detentores e produtores do bem cultural, que há mais de 100 anos organizam a Festa do Senhor dos Passos”, e mantenha os elementos tradicionais da manifestação. Ao Ipac e ao Iphan, o promotor recomenda o acompanhamento e monitoramento da edição de 2016, com a consequente produção de um relatório técnico para apurar eventual dano ao patrimônio cultural em processo de registro.

Segundo Augusto César, o Iphan e o Ipac apontam diversas características necessárias para a confirmação do registro de patrimônio imaterial, entre elas: o compartilhamento da tomada de decisões entre a Paróquia e a SUM, o acesso irrestrito da SUM à Capela de Nosso Senhor dos Passos e a realização da Lavagem da Capela pelas Baianas e do ritual de troca da roupa da imagem do Senhor dos Passos pelos antigos garimpeiros, o que, afirma o promotor de Justiça, “tem um sentido especial para os detentores e produtores do bem cultural e que não implica qualquer ofensa a eventual regra da Igreja”.

Programação festiva
Neste final de semana, a festa vai receber shows organizados pela prefeitura municipal de Lençóis. Nos dias 30 e 31 de janeiro, sábado e domingo, os festejos ao Nosso Senhor Bom Jesus dos Passos terá no primeiro dia as apresentações de Wallas Moreira, o grupo de pagode Gueto é Gueto e Amor e Vinho, já no segundo será a vez de Lord Guetto, a cantora de Axé Katê e Hélio Bahia.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.