Chapada: Moradores de povoado em Morro do Chapéu reclamam de descaso da atual administração

Postado em fev 11 2016 - 4:52pm por Jornal da Chapada
foto6

Ruas intransitáveis, lama, falta de saneamento e muitas reclamações no distrito de Icó | FOTO: Gil Almeida/Rádio Brilhante |

Os cidadãos que moram na localidade de Icó, situada no município de Morro do Chapéu, na Chapada Diamantina, reclamam do descaso público. Segundo denúncias apuradas pela Rádio Brilhante FM, os serviços obrigatórios e obras que os beneficiam não são realizados há vários anos. Obras paralisadas, como a da quadra coberta, onde equipamentos e materiais de construção sem utilização ficam expostos. Nos fundos do Colégio Estadual de Icó, entre a quadra e uma Unidade Básica de Saúde, uma grande caixa d’água acomoda diversos tipos de larvas das mais variadas espécies de mosquitos que podem transmitir doenças às pessoas.

Os moradores também reclamam da falta de reposição de lâmpadas da iluminação pública em várias ruas, que os deixam inseguros. A construção da Praça da Matriz, iniciada há mais de um ano, que recebeu só a estrutura dos canteiros, meios-fios e nada mais. A maior revolta de populares é o caso da Rua Milton Barreto, conhecida como Rua da Barroca. O estado de devastação é tamanho que mais parece um cenário de pós-guerra. A situação é tão crítica que o trânsito de qualquer tipo de veículo se torna impossível. Adultos fazem verdadeiro malabarismo para circular, já as crianças e idosos necessitam de ajuda para tal.

foto6

Conclusões de obras paralisadas são cobradas por moradores da localidade em Morro do Chapéu | FOTO: Gil Almeida/Rádio Brilhante |

O senhor Cosme José da Rocha, sem esperança de melhorias a curto prazo, se apega a Deus. “Vou ver se Deus me ajuda que há de melhorar”. Outra moradora, Edenilde de Jesus Batista, indignada expressou se sentir mal. “Somos lixo, abandonados, somos igual cachorros. Só veem em nossa porta na hora de votar e depois despreza”, revelou. Já dona Dilma Trindade afirmou que “toda vez que chove é água entrando na casa do povo, a rua acaba e fica por isso mesmo”. Outros moradores dizem que se “sentem tristes porque um lugar pequeno que poderia ser bem arrumado não tem nada, é tudo destruído, tudo acabado”. Jornal da Chapada com informações da Rádio Brilhante.

Confira mais imagens da Rádio Brilhante:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.