CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

Chapada: Mortandade de peixes no Marimbus assusta pescadores de Andaraí

foto6
Peixe morto boiando no pantanal do Marimbus | FOTO: Edmilson Barbosa |

Nos últimos dias os pescadores que moram na região do pantanal dos Marimbus, localizado no município de Andaraí, na Chapada Diamantina, têm se espantado com a quantidade de peixes mortos que tem aparecido na região. Eles, que aguardavam uma melhora na pesca após os recordes de chuvas dos últimos meses, estão surpresos com essa situação. Segundo o pescador Luís Alves, nunca antes tinha se visto morrerem peixes de tucunaré nessa região. Mas esse fato tem ocorrido com várias espécies, como piau e traíra. “Tem 10 anos que pesco aqui e nunca vi uma situação dessa”, revelou Maurício Santos, outro pescador prejudicado.

foto6
Técnicos do Inema e da prefeitura local estudam para saber qual a causa da mortandade | FOTO: Ascom Andaraí |

Uma equipe da Secretaria de Meio Ambiente e Turismo do município e do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia (Inema) foi até o local para coletar amostras da água para exames em laboratório, uma vez que ainda não se tem ideia do que possa estar causando a morte dos peixes. Por enquanto existem duas hipóteses. Uma de contaminação por agrotóxico e outra é o aumento de matéria orgânica no rio, através de despejo de esgoto doméstico em seu leito.

Segundo informações da Assessoria de Comunicação da prefeitura de Andaraí, as análises preliminares da água do pantanal detectaram teor baixo de oxigênio. Tanto os pescadores, quanto os representantes públicos afirmam que os pescados no rio nesse momento não sejam comercializados, sob o risco de causar problemas de saúde aos seus consumidores. Em breve, a equipe do Inema apresentará um relatório com os resultados das coletas. Jornal da Chapada com informações da Ascom Andaraí.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios