Pular para a barra de ferramentas
AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolícia

Bahia: Operação no Vale do São Francisco tem resultados divulgados

foto67
Os 2.005 animais foram encaminhados ao Centro de Manejo de Fauna da Caatinga da Univasf em Petrolina | FOTO: Reprodução/Blog Zé Carlos Borges |

Cinco pessoas detidas, mais de dois mil animais entregues voluntariamente ou resgatados, 15 armas de fogo apreendidas, dois abatedouros ilegais interditados e 18 fornos de carvão destruídos. Esses são alguns dos resultados da 37ª operação do programa de Fiscalização Preventiva Integrada (FPI), realizada durante 12 dias em dez municípios da região do Vale do São Francisco, entre 24 de abril e 5 de maio. A FPI passou pelos municípios de Juazeiro, Remanso, Sobradinho, Uauá, Campo Alegre de Lourdes, Curaçá, Casa Nova, Sento Sé, Pilão Arcado e Jaguarari.

O balanço das ações foi apresentado em audiência pública realizada na última sexta-feira (6) no auditório da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) em Juazeiro, no Norte do estado. A FPI é coordenada pelo Ministério Público estadual, por meio do Núcleo de Defesa do Rio São Francisco (Nusf) e da Promotoria Especializada em Meio Ambiente.

blog
A operação inspecionou também dois empreendimentos de cerâmica, onze de mineração e fiscalizou 27 empreendimentos de piscicultura na região | FOTO: Reprodução/Blog Zé Carlos Borges |

Os 2.005 animais foram encaminhados ao Centro de Manejo de Fauna da Caatinga da Universidade do Vale do São Francisco (Univasf) em Petrolina (PE), onde passarão por avaliação e tratamento de especialistas para que sejam reintegrados à natureza, com o devido monitoramento. A operação inspecionou também dois empreendimentos de cerâmica, onze de mineração e fiscalizou 27 empreendimentos de piscicultura na região.

Em todos os casos, foram tomadas as medidas cabíveis para as irregularidades encontradas. Além disso, foram recuperados dois veículos, apreendidos e doados 200 quilos de peixes pescados irregularmente e realizadas campanhas educativas nos meios de comunicação e palestras em escolas. Entre outras ações, as equipes também fiscalizaram sistemas de abastecimento de água, esgotamento sanitário e resíduos sólidos e verificaram licenciamentos ambientais. Com informações do MP-BA.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios