Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalMundo

#Bahia: Mais de 8 milhões de eleitores baianos não realizaram cadastramento biométrico

foto
O recadastramento biométrico na Bahia já foi concluído em apenas 42 das suas 417 cidade | FOTO: Reprodução |

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) divulgou que cerca de 9 milhões de eleitores ainda não realizaram seu cadastramento biométrico. Em 52 municípios, incluindo a capital, o procedimento é obrigatório e o prazo termina em 31 de janeiro de 2018. Segundo o órgão, atualmente, 1.629.129 milhão já foram recadastrados biometricamente no estado. Gradativamente, segundo o TRE-BA, todos os 10.590.827 milhões de eleitores da Bahia deverão ser biometrizados. O recadastramento biométrico na Bahia já foi concluído em apenas 42 das suas 417 cidades.

De acordo com o TRE-BA, o procedimento tem por objetivo oferecer mais segurança ao processo eleitoral e, além disso, compor futuramente o banco de dados do Registro Civil Nacional (RCN), que visa unificar informações dos principais documentos utilizados pelos brasileiros. O recadastramento biométrico deve ser realizado em cartório eleitoral ou posto da Justiça Eleitoral.

Quem reside no interior do estado deve procurar os cartórios eleitorais de suas respectivas cidades. Os documentos necessários para fazer o recadastramento biométrico são: documento oficial de identificação com foto, comprovante de residência atual, documento comprobatório de alterações de dados pessoais (se houver). Os que forem tirar o 1º título eleitoral precisam ainda apresentar comprovante de quitação do serviço militar (para homens com idade entre 18 e 45 anos).

O TRE informou que estão obrigados a fazer o recadastramento todos os eleitores convocados pela Zona Eleitoral que esteja executando o procedimento na modalidade extraordinária, no período informado, inclusive aqueles cujo voto é facultativo e já possuem título (analfabetos, maiores de 16 e menores de 18 anos e os maiores de 70 anos de idade).

O cidadão que não fizer o recadastramento dentro do prazo estabelecido pela Justiça Eleitoral terá o título cancelado. Durante o recadastramento, são realizadas cinco etapas, que consiste em: coletar as digitais de todos os dedos das mãos, fazer registro fotográfico, assinatura digital, revisão dos dados cadastrais e reimpressão de um novo título. Jornal da Chapada com informações do G1BA.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios