#Polêmica: Prédio onde Geddel fazia apartamento de ‘bunker’ para guardar dinheiro é da família Azi, diz jornal

Postado em set 9 2017 - 2:53pm por Jornal da Chapada
capa

Segundo o Estadão, o prédio é administrado pela família do deputado federal do DEM, Paulo Azi | FOTO: Montagem do JC |

O prédio em Salvador, alvo da ‘Operação Tesouro’, da Polícia Federal (PF), pertence e é administrado pela família Azi, do deputado federal baiano Paulo Azi (DEM), através da JP Patrimonial. Aliás, o nome do prédio é Residencial José da Silva Azi. O local ficou famoso esta semana por ter sido feito de ‘bunker’ para guardar dinheiro do ex-ministro Geddel Vieira Lima. As informações foram divulgadas pelo jornal Estadão neste sábado (9).

A se basear em histórias dos tempos de ACM, é muito pouco provável que a dinheirama, supostamente pertencente a Geddel, estivesse há muito tempo no apartamento “emprestado” de Salvador. Preso pela PF, Geddel, segundo fonte que o conhece há tempos, sabe exatamente como fazer para “evaporar” os R$ 51 milhões sem deixar vestígio. Jornal da Chapada com informações do Estadão.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

1 Comentário Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.