#Salvador: Concha Negra terá transmissão exclusiva da TVE e Educadora FM

Postado em set 13 2017 - 1:56pm por Jornal da Chapada
foto

Até fevereiro do ano que vem a TVE e a rádio Educadora FM vão transmitir ao vivo, sempre uma vez por mês, todas as edições do ‘Concha Negra’ | FOTO: Reprodução/Arquivo |

O projeto ‘Concha Negra’, iniciativa do Governo do Estado, adiado em virtude da chuva intensa que atingiu Salvador, acontecerá no próximo domingo (17) a partir das 18h30, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves e terá transmissão ao vivo exclusiva da TVE e da rádio Educadora FM. O espetáculo de abertura traz os Filhos de Gandhy, com participação especial de Carlinhos Brown e abertura do Coletivo de Humor Frases de Mainha. Até fevereiro do ano que vem a TVE e a rádio Educadora FM vão transmitir ao vivo, sempre uma vez por mês, todas as edições do ‘Concha Negra’. As transmissões poderão ser acompanhadas também pelas redes sociais ou pelo portal www.tve.ba.gov.br/tveonline.

O projeto foi criado para garantir o lugar da música afro-baiana na programação mensal da Concha Acústica e, nesta primeira etapa, que segue por um semestre, seis entidades foram convidadas a compor a programação. O próximo show acontece no dia 8 de outubro, com Muzenza, seguido de Ilê Aiyê (19/11), Cortejo Afro (17/12), Olodum (7/1) e Malê Debalê (4/2). Além das apresentações principais, cada show terá a participação de pelo menos um convidado especial e também um show de abertura através do projeto Janela Baiana, que tem como propósito principal estimular a presença e a participação de artistas locais nos eventos realizados na Concha.

Para o diretor geral do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (Irdeb), Flávio Gonçalves, a TV e a Rádio Pública da Bahia tem o compromisso com a diversidade e a representatividade do povo baiano. “É pela TV e pela rádio, e agora também pela internet, que o povo conhece suas tradições, história e cultura. A transmissão de todas as edições do ‘Concha Negra’ na TVE e na rádio Educadora FM é mais uma maneira de contribuir para alcançarmos uma sociedade menos desigual e que valorize aspectos originais da Bahia e dos cidadãos afrodescendentes”, avalia. Jornal da Chapada com informações de assessoria.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.