Chapada: Prefeito de Lençóis responde publicações sobre compra de carro para pasta de saúde

O prefeito do município de Lençóis, Marcos Airton, o popular Marcão do PRB | FOTO: Divulgação |

Mesmo depois de ter conseguido comprar veículos novos para a Secretaria de Saúde do município de Lençóis, na Chapada Diamantina, o prefeito Marcos Airton Alves Araújo (PRB), o popular Marcão, foi criticado por pessoas da oposição em blogs na internet. Segundo a reclamação, a cidade não tem ambulância, mas possui agora quatro carros que não poderão servir para atendimentos de urgência e emergência.

No entanto, Marcão já havia afirmado que está na iminência de obter uma ambulância para Lençóis, através de licitação pública. Em nota oficial, o prefeito afirmou saber que iria incomodar a oposição pelo seu trabalho, como está acontecendo. “A divulgação de uma matéria inverídica em sites jornalísticos, os quais não buscaram ouvir a assessoria de comunicação deste município antes de divulgar, demonstra descontrole da oposição”, afirmou o gestor.

Marcão falou também dos investimentos feitos na Saúde de Lençóis, como aquisição de equipamentos odontológicos, aparelhos de colposcopia ginecológica, cadeiras de rodas, laboratório e lavanderia completa para o hospital, aparelho desfibrilador, raio X, utensílios básicos para os PSF’s, computadores, notebooks, impressores, 40 ares-condicionados, geladeiras comuns e para vacinação, dentre outros.

“Como forma de desmentir a matéria de cunho político, informo que os bens adquiridos são fruto de Emenda Parlamentar que se encontrava em contas do município e nunca foram utilizadas. Portanto, estes recursos iriam retornar, e nós lençoenses iríamos perder R$1 milhão”, disse Marcão. Segundo o prefeito, a “verba tem destinação certa e determinada, recursos do PMAQ e Atenção Básica, qualquer bem comprado de forma diferente ao que vem especificado, culmina em desvio de finalidade e, consequentemente, a caracterização de improbidade administrativa, que é crime”.

O gestor disse ainda que ao tomar posse encontrou cinco ambulâncias completamente sucateadas, que se deslocavam colocando em risco a vida dos pacientes e servidores. As ambulâncias serão devolvidas ao Estado, “por ausência de condições de transitar”, de acordo com Marcão. “A nossa vertente é trabalho e competência, quatro meses de gestão e já fizemos a diferença, só aviso que o nosso trabalho está apenas iniciando, Lençóis está retornando aos trilhos. Não dá para fazer em apenas quatro meses o que não fizeram em quatro anos e meio”, concluiu.

O gestor ainda informou que acionará judicialmente o site responsável pela publicação, por divulgação de notícia inverídica, “que viola os preceitos fundamentais garantidos pela Constituição Federal, além da garantia ao direito de resposta”.

Jornal da Chapada

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.