CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolícia

Chapada: Homicida tem mandado de prisão cumprido no município de Várzea da Roça

foto1
Integrante de uma associação criminosa, Luciano de Oliveira é suspeito de envolvimento em oito mortes, todas ligadas ao tráfico de drogas | FOTO: Divulgação/PC |

Policiais da Delegacia Territorial (DT) de Várzea da Roça, na Chapada Diamantina, cumpriram um mandado de prisão preventiva, na última quarta-feira (27 de dezembro de 2017), contra Luciano Ferreira de Oliveira, o ‘Neném de Ventura’, de 18 anos, pela morte de Adriana Moreira ocorrida em setembro, na cidade de Mairi.

De acordo com o delegado Jaime Brito, titular da DT/Várzea da Roça, Luciano, apesar da pouca idade, é suspeito de já ter cometido oito homicídios na cidade, todos relacionados ao tráfico de drogas na região. Integrante de uma associação criminosa, ele está custodiado no Complexo Policial de Jacobina à disposição da Justiça de Mairi.

O homicida, que estava na residência do pai quando foi preso, portava um revólver calibre 38, estojos deflagrados, certa quantidade de droga e uma balança de precisão. Acabou autuado em flagrante também por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas.

A prisão de Luciano e toda a investigação, em torno dos casos em que é suspeito, fazem parte uma ação muito maior. Segundo o coordenador da 16ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), em Jacobina, delegado Eduardo Brito, uma Força-Tarefa foi criada para desarticular esta organização criminosa de atuação em municípios da região.

A Força-Tarefa, com policiais dos departamentos de Polícia do Interior (Depin), Repressão e Combate ao Crime Organizado (DRACO), 16ª Coorpin e Polícia Militar, teve como objetivo dar apoio às investigações e intervenções nas unidades de São José do Jacuípe, Várzea da Roça, Mairi e Serrolândia, principal área de atuação da associação. As informações são da Polícia Civil.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios