CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolícia

#Bahia: Identificados os autores do assassinato de sargento da Polícia Militar

capa
Bruno Conceição da Souza e Pedro Vinícius dos Santos são procurados pela polícia | FOTO: Montagem do JC |

Envolvidos no confronto que resultou na morte do sargento PM Françual Manoel dos Santos, ocorrida na madrugada do último sábado (2), outros três criminosos foram identificados pelas polícias Militar e Civil. Bruno Conceição da Souza, 20 anos, conhecido como Sherek, Pedro Vinícius dos Santos, 22, de apelido Bochecha, e Vilson Sacramento Oliveira, 23, integram a quadrilha.

Na noite de sábado, um novo confronto, desta vez envolvendo policiais da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe-Mata Atlântica) e o 8ª Batalhão da PM (Porto Seguro), resultou na morte de Vilson. Bruno e Pedro continuam sendo procurados. De acordo o comandante da Cipe-Mata Atlântica, major Ronivaldo Pontes, uma denúncia anônima levou os policiais ao imóvel onde Vilson se escondia, no distrito de Pindorama, em Porto Seguro.

“A divulgação das imagens na região e a participação popular com denúncias foram fundamentais para chegarmos à localização de Vilson, que, mais uma vez, tentou contra a vida dos policiais”, contou o major. Ainda segundo ele, após o confronto, um revólver calibre 32 com três cartuchos deflagrados e outros três intactos foram apreendidos e apresentados na Delegacia de Porto Seguro.

À frente das investigações da morte do sargento, o titular da 23ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior, delegado Moisés Damasceno, mantém as equipes investigativas na busca pelos envolvidos desde o crime. “Estamos com diligências ininterruptas na busca por esses criminosos, que costumam atuar não só em Eunápolis, mas também são vistos em Porto Seguro e Belmonte”, afirmou.

Qualquer informação sobre a localização dos foragidos deve ser enviada às polícias através do Disque-Denúncia (71 3235-0000 para ligações de Salvador e 181 no interior) ou via Centro Integrado de Comunicações (190).

Morte de policial
O sargento integrava uma guarnição da 7ª Companhia Independente da PM, onde era lotado, e durante abordagem a um veículo suspeito na Rua Lua Nova, em Eunápolis, quatro homens reagiram a ação policial e houve troca de tiros. No confronto, o PM foi atingido e não resistiu aos ferimentos. Carlos Andrade de Jesus Chagas, que fazia parte da quadrilha junto com Vilson, Bruno e Pedro, também morreu. As informações são da SSP.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios