Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalMundo

#Bahia: Suspeitos de explosões em agências bancárias de Serra Dourada são mortos pela polícia

Com os homens foram encontrados um fuzil, quatro pistolas, munições e R$ 1,5 mil em espécie | FOTO: Divulgação/SSP-BA |

Cinco homens, apontados pela polícia como autores das explosões em duas agências bancárias na cidade de Serra Dourada, no oeste do estado, morreram após um confronto com a polícia na manhã do último domingo (22). O ataque às agências ocorreu em 17 de julho deste ano. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), o grupo foi achado na zona rural da cidade onde as agências foram explodidas. A SSP informou ainda, que os cinco homens fazem parte de uma quadrilha de assalto a banco e que outros integrantes do grupo estão sendo procurados.

Ainda segundo a SSP, com os homens foram encontrados um fuzil, quatro pistolas, munições e R$ 1,5 mil em espécie. A polícia disse que o grupo encontrado não era formado apenas por baianos, mas também por um paulista e um paraibano. Os suspeitos foram alvos de uma operação que bloqueou as rotas de fuga da região. De acordo com a polícia, após serem encontrados, os homens reagiram e foram atingidos pela polícia.

Após confronto, o paraibano Samuel de Oliveira Aguiar, 30 anos, os baianos Genilson Gomes de Jesus dos Anjos, 34, e Alex da Hora de Jesus, 27, além do paulista Washington Batista do Nascimento, 33, e outro assaltante não identificado, ficaram feridos. O quinteto foi socorrido, mas não resistiu, conforme informou a SSP.

A ação foi realizada por equipes da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe-Cerrado), do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), das Rondas Especiais (Rondesp) Oeste e das 84ª (Barreiras) e 30ª (Santa Maria da Vitória) CIPMs. Jornal da Chapada com informações do G1BA.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios