Antibaixaria: Vereadora de Salvador repudia exposição bancada pelo Governo do Estado

Postado em jul 31 2018 - 12:00pm por Jornal da Chapada
capa

A vereadora da capital, Lorena Brandão | FOTO: Divulgação |

A vereadora e bispa do Ministério Batista Internacional Caminho das Árvores, Lorena Brandão (PSC), em sua conta no Instagram, repudiou o patrocínio do Governo do Estado para uma exposição de nome chulo e que faz referência à sexualidade de uma maneira grotesca. A mesma foi contemplada pelo Edital de Dinamização de Espaços Culturais, tendo apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia.

Para Lorena, os investimentos públicos deveriam ter foco em peças e exposições que engrandecem a cultura das pessoas. “Tenho algumas perguntas a fazer para você: este é o legado que vamos deixar para as próximas gerações? É isso que hoje as pessoas chamam de cultura? Essa é a melhor forma de investir dinheiro público na educação? Até quando ficaremos no “o que é que tem”? Essa exposição é uma vergonha! Eu repudio e você? ”, disse Lorena.

A exposição vem gerado polêmica no meio público, mas mesmo assim o Governo do Estado segue mantendo o patrocínio. Após a publicação da vereadora, diversas pessoas também manifestaram repúdio à situação. “Já vi…desnaturalização das relações de gênero. Que absurdo! Confusão nas mentes. Que ardilosos”, disse uma seguidora. “Fim do mundo! ”, apontou outra de forma resumida.

A exposição faz parte da Mostra Devires, que propõe “um exercício de desnaturalização das relações entre sexo, gênero, visualidade, raça e poder”. No site do Goethe, a divulgação do evento informa que a mostra apresenta cinco performances, uma exposição, uma mesa de debate e uma oficina, além de uma festa, “que abordam questões sensíveis, mas sem constrangimentos, que censuram a liberdade da diversidade de corpos existentes”. A mostra Devires foi contemplada pelo Edital de Dinamização de Espaços Culturais, tendo apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia. As informações são de assessoria.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.