Chapada: Workshop gratuito em Itaberaba esclarece dúvidas sobre acidentes com animais peçonhentos

Postado em dez 13 2018 - 3:54pm por Jornal da Chapada

O evento, que ocorre em parceria com Plano de Ação Nacional para Conservação da Herpetofauna do Nordeste, também contará com exposição | FOTO: Divulgação |

Serpentes, escorpiões, aranhas. Você sabe como tratar vítimas de acidente com animais peçonhentos? Quais os primeiros procedimentos que devem ser adotados? Para esclarecer estas dúvidas, reconhecer os animais de risco e conduzir corretamente o paciente, será realizado neste sábado (15), às 13h30, o workshop Biossegurança, Reconhecimento e Prevenção de Acidentes com Animais Peçonhentos. O evento ocorre por meio de parceria entre o Plano de Ação Nacional para Conservação da Herpetofauna do Nordeste (PAN do Nordeste) e o Centro de Formação Técnica em Saúde Bioética e as inscrições são gratuitas, na cidade de Itaberaba, na Chapada Diamantina.

O Workshop será conduzido pelo biólogo e coordenador técnico do PAN do Nordeste, Moacir Tinoco, PhD, doutor em Biologia da Conservação pela University of Kent at Canterbury (Reino Unido) e docente da Universidade Católica do Salvador (UCSal). Para o especialista, é essencial que profissionais de saúde e a população estejam preparados para este tipo de ocorrência. “É importante que os profissionais e demais agentes de saúde possam reconhecer os riscos à biossegurança dos humanos e dos animais, além de reconhecerem as espécies de riscos na região e quais os primeiros socorros que podem ser aplicados em cada caso”, esclarece Moacir Tinoco.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) incluiu os acidentes com animais peçonhentos na lista das doenças tropicais negligenciadas, Na maioria das vezes, acometem populações pobres e que vivem em áreas rurais. Devido ao alto número de notificações, estes acidentes também estão incluídos na Lista de Notificação Compulsória do Brasil e todos os casos devem ser notificados ao Governo Federal logo após a confirmação. A medida ajuda a traçar estratégias e ações para prevenir novos acidentes.

Podem participar do workshop profissionais de saúde, estudantes da área e demais interessados nas temáticas abordadas. Para realizar a inscrição, que é gratuita, será necessária a doação de um quilo de alimento não perecível. Os itens arrecadados serão doados a uma instituição beneficente. Todos os participantes terão direito a certificado de participação no workshop. As informações são de assessoria.

Serviço:
O quê: Workshop aborda Biossegurança, Reconhecimento e Prevenção de Acidentes com Animais Peçonhentos
Quando: Sábado (15 de dezembro de 2018), às 13h30
Onde: Centro de Formação Técnica em Saúde Bioética – Avenida Medeiros Neto, nº 31 – Centro. Itaberaba/Bahia.
Palestrante: Prof. Dr. Moacir Tinoco – PhD e Doutor em Biologia da Conservação, docente da Universidade Católica do Salvador (UCSal) e coordenador técnico do Plano de Ação Nacional para Conservação da Herpetofauna do Nordeste (PAN do Nordeste), coordenado pelo ICMBIO.
Inscrições: 01 kg (um quilo) de alimento não perecível (os itens arrecadados serão doados a uma instituição beneficente).
Informações e inscrições: (71) 99125-8473.
Vagas limitadas.
Todos os participantes terão direito a certificado.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.