#Salvador: Encontro do MST homenageia líder assassinado na Chapada Diamantina; evento segue até segunda

Postado em dez 14 2018 - 2:11pm por Jornal da Chapada

O encontro do MST segue até segunda com extensa programação que discutirá as perspectivas da luta pela Reforma Agrária Popular | FOTO: Montagem do JC/PT |

Com o tema ‘Marcinho Vive em nossos corações e mentes’ foi aberto na manhã desta sexta (14), no Parque de Exposições Agropecuárias de Salvador, o 31º Encontro Estadual do MST na Bahia. A homenagem emocionou os presentes que ainda cobram investigações sobre a morte de Márcio Matos, dirigente estadual do MST assassinado em janeiro deste ano em sua moradia, próximo ao assentamento Boa Sorte, Iramaia, na Chapada Diamantina.

Beth Rocha, da direção estadual do movimento, falou da importância e da trajetória de Marcinho como dirigente nacional do MST e de como ele rapidamente se tornou uma das principais lideranças políticas da luta pela reforma agrária. Para Evanildo Costa “Marcinho é um grande exemplo de compromisso com a luta dos trabalhadores sem terra. Sua lembrança sempre moverá nossos corações para fazer da reforma agrária uma realidade”, afirma. O evento também homenageou os ativistas Egídio Brunetto, Ojeferson e Fábio Santos, ex-militantes do MST e Marielle Franco, todos assassinados em retalhação às lutas sociais que travavam.

Estiveram presentes no encontro o secretário nacional de movimentos sociais do PT, Ivan Alex Lima, o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA), o deputado estadual eleito Mário Jacó (PT) e o prefeito de Itaetê, Valdes Brito (PT); além dos membros da executiva estadual do PT Bahia, Brena Pinto, Gabriel Oliveira e Gutierres Barbosa. Representaram o Governo do Estado, o chefe de gabinete da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR), Jeandro Ribeiro e Renata Rossi, coordenadora executiva da Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA), órgão vinculado à SDR.

Entre os diversos representantes dos movimentos sociais destacam-se a presença do coordenador da Coordenação Nacional de Entidades Negras (Conen), Gilberto Leal e Raimundo Bujão, do Movimento Negro Unificado (MNU). O encontro do MST segue até segunda-feira (17) com extensa programação que discutirá as perspectivas da luta pela Reforma Agrária Popular, a educação do campo e o desenvolvimento da agroecologia no estado da Bahia. As informações são de assessoria.

Confira a programação completa:

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.