“Olodum é uma ferramenta para disseminar a cultura do povo negro”, diz Suíca em ação de hotel

Postado em fev 3 2019 - 10:02am por Jornal da Chapada

O vereador de Salvador, Luiz Carlos Suíca, participou de duas atividades entre a sexta e o sábado e recebeu lideranças políticas da Bahia | FOTO: Montagem do JC |

Antes dos festejos a Iemanjá, o vereador e vice-líder da oposição na Câmara de Salvador, Luiz Carlos Suíca (PT), esteve em ato que iniciou as homenagens de 2019 aos 40 anos do Olodum (comemorados em abril), realizado no Quality Hotel & Suítes São Salvador, na última sexta-feira (1º). Lá, o debate foi de desenvolvimento do turismo para a capital, a geração de renda e a ampliação de ações para alavancar a economia. “Foi uma das atividades mais lindas que já vi. Foi como se o hotel levasse a cultura do Pelourinho para dentro do saguão do empreendimento hoteleiro. Decorou o hotel com panos do Olodum e promoveu um coquetel a um dos maiores blocos afros do país. Foi o início das homenagens aos 40 anos da entidade carnavalesca”.

Suíca também frisou a importância do 2 de fevereiro e disse que a Festa de Iemanjá é um dos maiores eventos da Bahia, que atrai turistas e toda parte do mundo, inclusive movimentando o setor hoteleiro da capital. Durante o ato do Olodum no hotel, o vereador petista deixou evidente o orgulho que tem pelo bloco e disse que vai homenagear a direção da entidade com uma sessão especial na Câmara e com a Medalha Tomé de Souza, que deve ser entregue ao presidente João Jorge no mês de abril. “Tenho maior apreço pela cultura baiana, principalmente a que envolve o povo negro. E todos nós sabemos que Iemanjá é uma rainha negra. Os pescadores sabem disso, ela é o próprio mar. E com flores, o mar fica muito mais bonito”. O petista reuniu militantes e sua base política durante uma feijoada neste sábado (2) no Rio Vermelho para homenagear a rainha.

No hotel, ao menos 300 pessoas estiveram no evento. Suíca ainda destaca a importância das músicas do Olodum serem tocadas em rádios e disseminadas por meio de aplicativos. “Uma rádio de Camaçari já determinou que todo domingo terá, ao menos, 1h de músicas do Olodum. No hotel também dialogamos com investidores de Aracaju, que realizaram campanha entre funcionários para que a melhor pintura fosse parar em caminhões da empresa sergipana. Os ganhadores vieram para o final de semana no hotel em Salvador para curtir os festejos à Rainha do Mar”. O vereador soteropolitano disse que a sexta e o sábado foram dois dias de muita descontração e que as atividades que participou envolveram tudo que mais presa. “Cultura, arte, educação para o povo negro, além de reconhecer sua essência. Assim considero essas últimas 48h em Salvador!”, completa.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.