Pular para a barra de ferramentas
AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal

Baiano Jonathan Araújo começa aulas na Escola do Teatro Bolshoi no Brasil após ajuda de vaquinha online

Morador do bairro de São Gonçalo do Retiro se mudou para a cidade catarinense para ser bailarino | FOTO: Montagem do JC/Divulgação |

Os alunos da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil voltaram às aulas na última segunda (11), em Joinville-SC. Entre os 68 novos estudantes, estavam os olhos atentos do baiano Jonathan de Araújo Santos, de 10 anos. Acompanhado da mãe Denize, o menino ouvia todas as instruções passadas por um dos professores durante a primeira visita pelas instalações da escola, onde deve estudar ao longo dos próximos oito anos até se formar como bailarino.

Uma vaquinha virtual organizada pela Associação Classista de Educação e Esporte da Bahia (ACEB) possibilitou não apenas a mudança de Jonathan Araújo para Joinville-SC como também sua manutenção na nova cidade no primeiro ano do curso. “Ficamos felizes com o resultado da vaquinha, mas nosso objetivo é garantir a conclusão do curso de Jonathan durante os oito anos do curso, para que o sonho dele de ser um grande bailarino, de fato, se realize. Vamos acompanhar a trajetória da família e continuar dando o suporte, enquanto for preciso”, declarou a presidente da ACEB, Marinalva Nunes.

Jonathan morava em São Gonçalo do Retiro, na periferia de Salvador, com a mãe, o pai e as duas irmãs. Uma delas começou a dançar em um projeto social na cidade natal da família e foi assim que nasceu o interesse do menino pelo balé. Denize então descobriu que as inscrições para a seletiva do Bolshoi estavam abertas e decidiu inscrever Jonathan. Ele foi selecionado para fazer a prova em Joinville e os pais precisaram até fazer um empréstimo para trazer o filho até Santa Catarina.

A mãe já havia percebido que o menino tinha as habilidades para o balé antes mesmo dele passar na seletiva, mas quando o resultado saiu ela não se conteve de alegria. Porém, as dificuldades financeiras da família quase impediram Jonathan de ingressar no Bolshoi.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Entretanto, quando a presidente da ACEB viu na TV uma reportagem sobre o menino, não pensou duas vezes. Deu um jeito de conseguir o contato dos familiares e se propôs a ajudar. Foi aí que nasceu a ideia da vaquinha virtual. “A meta inicial era R$ 10 mil, mas a generosidade das pessoas ao se depararem com a história de Jonathan nos permitiu arrecadar mais de R$ 39 mil”, destacou Marinalva Nunes.

A mãe se mudou para Joinville ao lado de Jonathan e uma das irmãs, enquanto o pai e a outra irmã permaneceram em Salvador. Eles alugaram uma casa em Joinville e os filhos já estão matriculados em escolas na cidade.

Em seu primeiro dia de aula, Jonathan e seus colegas foram recepcionados e iniciaram as atividades para se ambientar com o dia a dia da instituição. Ainda nesta semana, ele receberá uniformes e terão aula de higiene, de costura de sapatilhas e de ginástica. O primeiro contato com a dança clássica acontecerá no próximo fim de semana. As informações são de assessoria.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios