Baiano Jonathan Araújo começa aulas na Escola do Teatro Bolshoi no Brasil após ajuda de vaquinha online

Postado em fev 12 2019 - 11:04am por Jornal da Chapada

Morador do bairro de São Gonçalo do Retiro se mudou para a cidade catarinense para ser bailarino | FOTO: Montagem do JC/Divulgação |

Os alunos da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil voltaram às aulas na última segunda (11), em Joinville-SC. Entre os 68 novos estudantes, estavam os olhos atentos do baiano Jonathan de Araújo Santos, de 10 anos. Acompanhado da mãe Denize, o menino ouvia todas as instruções passadas por um dos professores durante a primeira visita pelas instalações da escola, onde deve estudar ao longo dos próximos oito anos até se formar como bailarino.

Uma vaquinha virtual organizada pela Associação Classista de Educação e Esporte da Bahia (ACEB) possibilitou não apenas a mudança de Jonathan Araújo para Joinville-SC como também sua manutenção na nova cidade no primeiro ano do curso. “Ficamos felizes com o resultado da vaquinha, mas nosso objetivo é garantir a conclusão do curso de Jonathan durante os oito anos do curso, para que o sonho dele de ser um grande bailarino, de fato, se realize. Vamos acompanhar a trajetória da família e continuar dando o suporte, enquanto for preciso”, declarou a presidente da ACEB, Marinalva Nunes.

Jonathan morava em São Gonçalo do Retiro, na periferia de Salvador, com a mãe, o pai e as duas irmãs. Uma delas começou a dançar em um projeto social na cidade natal da família e foi assim que nasceu o interesse do menino pelo balé. Denize então descobriu que as inscrições para a seletiva do Bolshoi estavam abertas e decidiu inscrever Jonathan. Ele foi selecionado para fazer a prova em Joinville e os pais precisaram até fazer um empréstimo para trazer o filho até Santa Catarina.

A mãe já havia percebido que o menino tinha as habilidades para o balé antes mesmo dele passar na seletiva, mas quando o resultado saiu ela não se conteve de alegria. Porém, as dificuldades financeiras da família quase impediram Jonathan de ingressar no Bolshoi.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Entretanto, quando a presidente da ACEB viu na TV uma reportagem sobre o menino, não pensou duas vezes. Deu um jeito de conseguir o contato dos familiares e se propôs a ajudar. Foi aí que nasceu a ideia da vaquinha virtual. “A meta inicial era R$ 10 mil, mas a generosidade das pessoas ao se depararem com a história de Jonathan nos permitiu arrecadar mais de R$ 39 mil”, destacou Marinalva Nunes.

A mãe se mudou para Joinville ao lado de Jonathan e uma das irmãs, enquanto o pai e a outra irmã permaneceram em Salvador. Eles alugaram uma casa em Joinville e os filhos já estão matriculados em escolas na cidade.

Em seu primeiro dia de aula, Jonathan e seus colegas foram recepcionados e iniciaram as atividades para se ambientar com o dia a dia da instituição. Ainda nesta semana, ele receberá uniformes e terão aula de higiene, de costura de sapatilhas e de ginástica. O primeiro contato com a dança clássica acontecerá no próximo fim de semana. As informações são de assessoria.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.