Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalSaúde

Governo estadual investe na certificação de produtos de origem animal na Chapada Diamantina

O objetivo é proporcionar condições para apoio técnico, material e logístico a oito municípios da região | FOTO: Divulgação/SDR |

O Governo do Estado assinou um convênio com o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Piemonte da Diamantina, no valor de R$ 238 mil, no município de Jacobina, nesta quarta-feira (27). Iniciativa da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), o convênio é voltado à constituição do serviço de Inspeção Municipal (SIM) em oito município que integram o consórcio. Com aporte oriundo do projeto Pró-Semiárido, executado pela CAR/SDR, 1029 famílias serão diretamente beneficiadas.

O objetivo é proporcionar condições para apoio técnico, material e logístico aos municípios de Caém, Jacobina, Miguel Calmon, Mirangaba, Ourolândia, Saúde, Umburanas e Várzea Nova, visando a implantação do SIM, certificação que regulamenta a inspeção e fiscalização de agroindústrias que beneficiam e comercializam produtos de origem animal e vegetal em nível local. Antes da assinatura, o diretor-presidente da CAR, Wilson Dias, apresentou uma palestra sobre as estratégias e ações para implantação e fortalecimento do SIM. Ele explicou os trâmites necessários para certificação, vantagens e desafios para a implementação.

“O SIM pode fazer uma verdadeira revolução na economia dos municípios, na medida que dá condição para se implantar empreendimentos de médio e pequeno porte, para beneficiar mel, aves, peixe, ovos, leite e uma série de produtos de origem animal, que é vocação dos municípios e que muitas vezes têm a sua comercialização e a sua agroindustrialização inibida por falta de uma legislação própria”, observou Dias. O prefeito de Caém e presidente do Consórcio Piemonte da Diamantina, Gilberto Matos, salientou que o convênio é uma iniciativa que vai agregar mais valor à agricultura familiar local e aquecer a economia.

“A partir da implantação do SIM, será possível alavancar a produção rural. Começamos bem, dando um pontapé inicial com a assinatura desse convênio e vamos montar uma equipe para fazer o trabalho acontecer e melhorar a qualidade de vida do povo, que vai poder trazer os produtos de sua roça e vender tudo de forma legal”, assegurou. O projeto Pró-Semiárido é executado pela CAR por meio de acordo de empréstimo do Governo do Estado e o do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida). As informações são da SDR.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios