#Polêmica: Senadora do partido de Bolsonaro e apelidada de ‘Moro de saias’ é cassada pelo TRE de Mato Grosso

Postado em abr 11 2019 - 1:11pm por Jornal da Chapada

Os magistrados entenderam que a senadora Selma Arruda gastou R$ 1,2 milhão de maneira irregular | FOTO: Divulgação |

A senadora Selma Arruda (PSL), que foi apelidada de “Moro de saias” do Mato Grosso, foi cassada na tarde de hoje pelo Tribunal Regional Eleitoral do Estado. Para os desembargadores, ficou comprovada a prática de Caixa 2 na campanha de Selma de 2018, além de abuso de poder econômico. Os magistrados entenderam que a senadora gastou R$ 1,2 milhão de maneira irregular. Selma pode recorrer da decisão e pedir para permanecer no Senado até que seu recurso seja julgado.

O ex-ministro José Eduardo Cardozo assistiu o julgamento e falou na tribuna. Ele é advogado de Carlos Fávaro (PSD), terceiro colocado na disputa do Senado de Mato Grosso. Cardozo defendeu que seu cliente ocupe a vaga de Selma até que uma nova eleição aconteça, já que tanto ela quanto seu suplente foram cassados. O advogado usou como argumento o equilíbrio federativo e defendeu que o Estado não pode ficar com uma das três cadeiras que tem no Senado vaga. O relator acolheu o pedido mas os outros desembargadores o negaram. As informações são do jornal O Globo.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.