Chapada: “Latifundiários não intimidarão os movimentos sociais”, diz deputado sobre ameaças ao MST em Itaberaba

Postado em maio 1 2019 - 6:44pm por Jornal da Chapada

O deputado Jacó diz ainda que tomará as devidas providências, por meio de seu mandato, para resolver a situação | FOTO: Montagem do JC/Divulgação |

“Não permitiremos que o obscurantismo e o fascismo se criem no Estado da Bahia. Os latifundiários não intimidarão os movimentos sociais que lutam por terra, trabalho e pão. Toda minha solidariedade aos trabalhadores e trabalhadoras sem terra. Estarei, através do nosso mandato, tomando as devidas providências. ‘Tentaram nos enterrar, mal sabiam que éramos sementes’. A fala é do deputado estadual Jacó (PT) e se refere a ameaças após ação contra o Movimento dos Trabalhadores Rurais (MST), que despejou famílias de assentamento em Itaberaba, na Chapada Diamantina (veja aqui).

O petista emitiu, na manhã desta quarta-feira (1º de maio), uma nota oficial em solidariedade às 100 famílias de trabalhadores Sem Terra acampadas na Fazenda Santa Tereza, na região de Itaberaba. Após sofrerem despejo mediante uma decisão da justiça de reintegração de posse e serem acolhidos em uma fazenda vizinha com consentimento do proprietário, eles passaram a ser ameaçados por pistoleiros que cercam a Fazenda Santa Maria e fazem constantes gestos ameaçadores com armas em punho. Com informações de assessoria.

Leia também

Chapada: Membros do MST relatam ataque violento após reintegração de posse em Itaberaba

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.