CidadesCulturaCuriosidadesMenu Principal

Chapada: Cineclube Fruto do Mato retorna a exibir filmes gratuitos após festejos juninos em Lençóis

O curta ‘O Crime de Aristóteles’ será exibido no dia 9 de julho na cidade chapadeira | FOTO: Divulgação |

O São João passou e na próxima terça-feira (9), às 19h, o Cineclube Fruto do Mato voltará à ativa no Teatro de Arena, em Lençóis, cidade da Chapada Diamantina. Será exibido o curta de ficção ‘O Crime de Aristóteles’, dirigido por Renata Semayangue e Juca Badaró, com a presença da atriz Jenny Müller. Esse filme conta uma história sobre cárceres, sobre psicopatia, violência contra a mulher, sobre um submundo das artes plásticas, mas antes de tudo uma história de sensibilidade e inserção social.

‘O Crime de Aristóteles’ vai além das breves emoções conferidas no tempo de um curta, e traz o pioneirismo na composição do elenco ao trabalhar com a atriz trans Jenny Muller, no papel principal, além do ator baiano Bertrand Duarte. No papel de Virgínia Sarasvati, uma jovem e promissora estudante de artes plásticas, a atriz Jenny Muller fala da importância de incorporar uma mulher cis.

“Embora essa não seja a temática principal do filme, não há como não falar dessa oportunidade. Eu, como artista, também posso fazer qualquer papel. A gente trabalha pra isso. O mais comum é ver artista cis, fazendo papel de trans ou interpretações trans caricatas, estereotipadas, perpetuando a transfobia”, contextualizou a atriz.

Jenny Muller, Renata Semayangue e Juca Badaró durante filmagens | FOTO: Divulgação |

A sessão da terça-feira (9) será aberta pela TiVi Griô – Webtv e Cineclube de Jovens de Lençóis, com o documentário ‘Lavadeiras’. O ‘doc’ foi produzido por jovens com parentes e vizinhas lavadeiras que falam do ofício tradicional, dos desafios e violências vividos pelas mulheres, como a falta de políticas públicas que protejam as lavadeiras do município de Lençóis. O Cineclube Fruto do Mato também leva filmes dirigidos por mulheres e com temática de gênero e raça para duas comunidades quilombolas da zona rural de Lençóis: Remanso e Iúna.

Mais informações
O projeto de cinema ao ar livre, que está em sua terceira edição, e este ano está dando prioridade às narrativas de mulheres negras no audiovisual. São dezenas de filmes de ficção e documentários, em sessões mensais, com temáticas relacionadas às questões raciais, de gênero e voltadas para o público LGBTQ. O Cineclube Fruto do Mato é um projeto realizado pela Cinepoètyka Filmes e pelo Ponto de Cultura Grãos de Luz e Griô com apoio do Itaú Cultural e da prefeitura de Lençóis. Todas as sessões são gratuitas. Jornal da Chapada com informações de assessoria.

Trailer do curta ‘O Crime de Aristóteles’

Etiquetas
Mostrar mais

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Pular para a barra de ferramentas