CidadesCuriosidadesEconomiaMenu Principal

Agricultura familiar da Bahia se consolida como vetor de desenvolvimento do Estado

Responsável por 70% dos alimentos consumidos pelos baianos, a agricultura familiar segue avançando na produção de produtos in natura e processados | FOTO: Divulgação/SDR |

Nesta quinta-feira (25), Dia Internacional da Agricultura Familiar, instituído pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), a Bahia se destaca por ser o estado que abriga o maior número de propriedades rurais (mais de 700 mil), e pelo volume de recursos aplicados no segmento pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), que nos últimos quatro anos ultrapassa R$ 1,2 bilhão, aplicado em políticas públicas de inclusão e transformação social do meio rural, colocando a agricultura familiar como protagonista e um dos principais vetores de desenvolvimento do estado.

Responsável por 70% dos alimentos consumidos pelos baianos, a agricultura familiar segue avançando na produção de produtos in natura e processados. Hoje, é possível encontrar desde o alface, tomate, frutas, até produtos diferenciados como azeite de licuri, palmito, cervejas artesanais de licuri e de umbu, chocolates sem lactose, geleia de mel de cacau, doces variados, produtos lácteos, cortes nobres de caprinos e ovinos, dentre outros. São alimentos mais saudáveis, produzidos com o cuidado com o meio ambiente e a geração de renda para mais de 3 milhões de baianos que vivem da agricultura familiar.

Na Bahia, a data está sendo celebrada com diversos eventos e ações. Em Salvador, na Arena Fonte Nova, 16 cooperativas e associações da agricultura familiar participam de mais uma edição da SuperBahia, a maior feira do varejo de alimentos do Norte-Nordeste do Brasil, com a expectativa de gerar negócios para o segmento e, consequentemente, renda para os agricultores familiares.

No hotel Mercure, no bairro do Rio Vermelho, a agricultura familiar está presente no evento Mesa ao Vivo Bahia, que reúne chefs de cozinha e o público amante de gastronomia. Na Praça da Piedade, no centro da capital baiana, acontece, até sábado (27), a Feira Estadual da Reforma Agrária, com a comercialização de produtos dos assentamentos e acampamentos de todo o estado da Bahia.

O secretário de Desenvolvimento Rural, Josias Gomes, enfatiza que os investimentos do Governo do Estado deram relevância para agricultura familiar, considerado um segmento importante da economia do estado. “Temos muito a comemorar, pois há significativos aumentos da produtividade, melhoria nas condições de vida das pessoas, aumento na produção agrícola, e o que é mais relevante, o agricultor estando no seu local de origem, trabalhando, produzindo com condições de disputar mercados cada vez mais importantes”, afirma o titular da SDR, citando como exemplo a Cooperativa Mista dos Pequenos Cafeicultores de Barra do Choça e Região (Cooperbac), de Barra do Choça, que vai exportar café para China.

Célia Firmo, coordenadora do Fórum da Agricultura Familiar, observa que os últimos anos o desenvolvimento rural foi alavancado a partir de ações estruturantes e estratégicas: “O Estado da Bahia possui importante papel para o fortalecimento da Agricultura Familiar, sendo o primeiro a implantar uma secretaria específica para pensar e atender as necessidades dos povos do campo”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Impacto na economia
O diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), órgão vinculado à SDR, Wilson Dias, enfatiza que o resultado os investimentos do Governo do Estado pode ser visto no aumento da produção da agricultura familiar, com a implantação de agroindústrias: “O Estado está antenado e totalmente comprometido com esse crescimento e com essa maturidade que os agricultores familiares estão alcançando, que está se refletindo não somente na renda individual de cada família, mas também provocando impacto na economia dos municípios a partir do aumento de renda e de produção”.

A oferta de assistência técnica e extensão rural (Ater), acesso à terra e água para produção, inclusão produtiva, fomento à produção e qualificação dos processos produtivos, implantação de agroindústrias, acesso ao mercado, inclusão de jovens, mulheres, povos e comunidades tradicionais e segurança alimentar do rebanho são algumas ações executadas pela SDR para fortalecer a agricultura familiar.

Celebração no interior
Nesta quinta-feira, no município de Caetité, foi realizada mais uma edição do seminário Parceria Mais Forte – Governo do Estado e Sociedade Civil juntos pela Agricultura Familiar, que vem sendo realizado pela SDR em todos os Territórios de Identidade para debater com gestores públicos e a sociedade civil iniciativas que possam continuar impulsionando a agricultura familiar da Bahia. Durante o evento, foram entregues 214 títulos de terra para agricultores da região, e 150 mil mudas de palmas para segurança alimentar do rebanho, a fim dinamizar os processos de produção com insumos de elevada qualidade.

Em Itacaré, tem início o Festival Sabores de Itacaré, com o tema Agricultura Familiar e a Gastronomia de Raiz, um dos eventos gastronômicos mais importantes da Bahia. A estimativa dos organizadores é que cerca de 20 mil pessoas prestigiem o festival, que segue até o domingo (28), conta com o apoio do Governo do Estado, por meio da CAR/SDR e da Secretaria de Turismo (Setur). As informações são de assessoria.

Etiquetas
Mostrar mais

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Pular para a barra de ferramentas