CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

#Brasil: Wagner defende frente pela soberania nacional após visitar ex-presidente Lula

Senador Jaques Wagner e governador do Ceará, Camilo Santana, na sede da PF em Curitiba | FOTO: Ricardo Stuckert |

O senador Jaques Wagner (PT-BA) declarou, nesta quinta-feira (25), após visitar o ex-presidente Lula em Curitiba, que o foco do petista é a defesa da soberania nacional. “A preocupação dele é que o PT, os partidos do campo progressista, os sindicatos e os movimentos sociais organizem uma frente em defesa da soberania nacional, para que a gente possa garantir a sobrevivência do Brasil”, afirmou Wagner, em frente à Superintendência da Polícia Federal no Paraná. O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), também participou da visita.

De acordo com o senador, o que mais agonia Lula é estar preso e ver o Brasil ser entregue aos interesses internacionais. “Ele não se conforma, e eu comungo desse mesmo sentimento, que depois de tanto tempo que levamos para conquistar o respeito do mundo inteiro, o Brasil volte a ser mero exportador de commodities em geral”, destacou. Ele citou a privatização da BR Distribuidora e da rede de gás do Nordeste e a “destruição das políticas de educação, de ciência e tecnologia e dos direitos dos trabalhadores como exemplos do desmonte e da truculência do atual governo”.

“Em sete meses, estão detonando o Brasil. Enquanto o presidente fica falando uma série de maluquices, o [ministro] Paulo Guedes enfia a faca na economia e na soberania nacional”, resumiu. Wagner declarou ainda que impressiona a força e a lucidez de Lula. “A palavra dele continua sendo uma palavra de firmeza. Ele continua sendo uma figura que nos inspira. A gente sai daqui se sentindo cada vez mais responsável a militar 24 horas por dia, a lutar para não permitir que o Brasil regrida”, destacou.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios