Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEducaçãoMenu Principal
Trending

#Bahia: Ex-aluno de Colégio da Polícia Militar fica em quarto lugar no curso de medicina da Ufba

Geraldo Ramos Ribeiro conta que apesar de na época ser tão novo, tinha certeza da carreira que queria seguir e que precisaria estudar muito para alcançar essa realização.

Quando ainda tinha 12 anos, Geraldo Ramos Ribeiro sonhava em um dia se tornar médico. Aos 14, ele conquistou uma vaga no Colégio da Polícia Militar (CPM) onde estudou da 8ª série do ensino fundamental até o 3º ano do ensino médio. Hoje, aos 21, depois de ser aprovado no vestibular da Universidade Federal da Bahia (Ufba) para o curso que tanto desejava, ele vê a concretização desse sonho se aproximar.

O ex-aluno do CPM conta que apesar de na época ser tão novo, tinha certeza da carreira que queria seguir e que precisaria estudar muito para alcançar essa realização. “Eu era 5ª série, não tinha muita noção das coisas, mas a vontade de um dia me tornar médico era muito forte. Na minha família tem uma médica, e ela sempre foi muito humanitária com os pacientes. E eu fiz dela minha maior inspiração”, contou Geraldo.

Essa é a segunda vez que ele tentou uma vaga na Ufba. Na primeira não conseguiu a pontuação suficiente para aprovação e, desta vez, depois de obter 980 pontos na redação e 750 na média final, classificou-se no vestibular como quarto colocado. Ele, que é filho de policial militar, recordou da contribuição do CPM para o alcance dessa conquista.

“Muitas pessoas esquecem, mas o CPM é um colégio público. Acho que sua principal diferença está na disciplina, além da questão das hierarquias. Estudei e me dediquei muito. Mas, de fato, o ensino do CPM é maravilhoso e, graças aos professores e a metologia aplicadas por eles, consegui ser aprovado na segunda tentativa”, completou. As informações são da SSP.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios