CidadesCuriosidadesEducaçãoMenu Principal
Trending

#Bahia: Determinação judicial suspende concurso da PM e Bombeiros após ação da Defensoria Pública

A decisão da Justiça aconteceu após a DPE ajuizar uma ação para barrar a apresentação de exames ginecológicos das candidatas que foram aprovadas no concurso público nos cursos de formação de oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia.

O concurso público da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar foi suspenso após determinação judicial. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (12), pelos comandos gerais dos órgãos e pela Secretaria da Administração (Saeb). Segundo informações da Saeb, o concurso para os cargos de médico e odontólogo da PM também foram suspensos. A determinação atende a decisão judicial proferida pela desembargadora Dinalva Gomes Laranjeira Pimentel, no dia 16 de janeiro.

A decisão da Justiça aconteceu após a Defensoria Pública do Estado da Bahia (DPE) ajuizar uma ação para barrar a apresentação de exames ginecológicos das candidatas que foram aprovadas no concurso público nos cursos de formação de oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia. Segundo informações da Defensoria Pública, os exames ginecológicos são invasivos e deveriam ter o objetivo de assegurar que as candidatas têm boas condições físicas e mentais para desempenhar o cargo para os quais foram aprovadas.

As provas objetiva e discursiva do concurso público da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar, foram realizadas no dia 19 de janeiro, em Salvador, Feira de Santana, Juazeiro, Ilhéus, Vitória da Conquista, Barreiras e Itaberaba, e tiveram abstenção de 20,67%. No total, o concurso teve 112,3 mil inscritos, sendo que 89,1 mil compareceram para realizar as provas e outros 23 mil não se apresentaram nos locais de prova.

Ao todo, o certame oferecia 2 mil vagas para soldado da Polícia Militar e outras 500 vagas para o Corpo de Bombeiros Militar, totalizando 2,5 mil oportunidades para cargos efetivos de nível médio. Mil policiais militares e 250 bombeiros militares teriam ingresso em 2020. Os demais seriam incorporados ao serviço público em 2021. As informações são do G1.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas