Pular para a barra de ferramentas
AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu PrincipalTop
Trending

#Vídeo: Em reunião com Bolsonaro, ministro da Educação chama Brasília de “porcaria”, o STF de “vagabundo” e deslegitima povos indígenas

Abraham Weintraub afirmou que "eu por mim, colocava todos os vagabundos na cadeia, começando pelo STF [Supremo Tribunal Federal]".

A reunião ministerial de 22 de abril, em que o presidente Jair Bolsonaro teria tratado de interferência na Polícia Federal (PF), ainda vai despertar muitas controvérsias e criar saias-justas. Sobrou até para Brasília. Para o polêmico ministro da Educação, Abraham Weintraub, que costuma utilizar palavrões em ambientes fechados e palacianos, Brasília é uma “porcaria” que precisa acabar. Ele disse ainda que a capital é um “cancro”.

Confira trecho de vídeo

O ministro da Educação ainda afirmou que “eu por mim, colocava todos os vagabundos na cadeia, começando pelo STF [Supremo Tribunal Federal]”. E continua com a deslegitimação dos povos tradicionais e originários. “Odeio o partido comunista [trecho cortado] querendo transformar a gente numa colônia. Odeio o termo povos indígenas, odeio esse termo, odeio. Ou povos ciganos. Só tem um povo nesse país […] é povo brasileiro […] acabar com esse negócio de povos e privilégios”, afirmou Weintraub.

Veja mais sobre a reunião ministerial

Quem esteve presente e quem viu o vídeo relata que o presidente Jair Bolsonaro concordou com os ataques de Weitraub à capital da República. Na reunião ministerial, cuja gravação está nas mãos do ministro Celso de Mello, ainda houve insultos à capital do Brasil, tais como os salários do funcionalismo público e, em especial, dos integrantes do Judiciário. Jornal da Chapada com informações do Último Segundo e Correio Braziliense.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios