AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu PrincipalTop
Trending

#Chapada: Mulher de 50 anos natural de Tapiramutá está desaparecida há cerca de cinco meses na capital baiana

De acordo com o relato da filha, Zilda Moreira da Silva foi para Salvador fazer um tratamento médico e está desaparecida desde o mês de março.

O desaparecimento de Zilda Moreira da Silva, de 50 anos, foi registrado em Tapitamutá, município da Chapada Diamantina. De acordo com Andressa, filha de Zilda, a mulher foi para a capital baiana fazer um tratamento médico e está desaparecida em Salvador desde o mês de março.

Zilda Moreira estava hospedada na casa da filha, em ‘Mont Serrat’, bairro de Salvador, quando saiu de casa no dia 27 de março e não falou para onde ia. Até agora, a família não teve notícias. A filha dela, Andresa, fez um vídeo que foi ao ar no Jornal Bahia Meio Dia, da Rede Bahia, na última quarta-feira (2). Nas imagens, ela pede ajuda para encontrar sua mãe.

Quem tiver novas informações sobre Zilda Moreira pode entrar em contato com a Delegacia de Proteção Pessoas pelo número (71) 3116-0357. Jornal da Chapada com informações do Blog do Adenilton e da Rede Bahia.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios