CidadesCuriosidadesMenu PrincipalSaúde
Trending

#Chapada: Itaberaba continua a notificar óbitos por complicações da covid-19 e 316 casos estão ativos

O município iniciou o plano de imunização e três pessoas já receberam a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus.

A Secretaria de Saúde do município de Itaberaba, portal de entrada da Chapada Diamantina, registra, pelo quarto dia consecutivo, mais um óbito por complicações da covid-19. No total, a prefeitura contabiliza no boletim epidemiológico, atualizado nesta quinta-feira (21), 52 óbitos e mais 41 novos casos confirmados.

Os dados disponibilizados pela pasta de Saúde, junto com a equipe de Vigilância Epidemiológica, apontam 316 casos ativos e 2.905 pacientes que já foram totalmente curados da doença infectocontagiosa. O número de casos confirmados acumulados soma 3.273.

São 535 casos monitorados, pessoas recém-chegadas na cidade, que tiveram contato com suspeitos ou confirmados. O município registra chapadeiro tem 219 são pessoas com suspeita da doença e o número de testagens realizadas, entre testes rápidos e via Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), se aproxima de 12 mil.

O quadro apresenta queda no número total de bairros identificados com casos da doença e contabiliza 29 localidades na zona urbana. ‘São João’ com 48 casos, ‘Centro’ com 44 pessoas contaminadas, ‘Independente’ e ‘Caititu’ com 28 em cada. Na zona rural, o número de localidades cai para cinco e ‘Salinas’ apresenta o maior número, com quatro casos, além de ‘Formosa’, ‘BR-242’, ‘Vila São Vicente’ e ‘Lago do Arroz’, que estão um caso ativo em cada.

A taxa de ocupação da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) é de 70%, sendo 14 leitos ocupados e seis disponíveis. Dos 20 leitos clínicos, 15 estão disponíveis e cinco ocupados, o que corresponde a 25% do total. Itaberaba iniciou o plano de imunização na última quarta-feira (20) e três pessoas já receberam a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus. De acordo com as regras do Ministério da Saúde (MS), a prioridade é vacinar os profissionais de Saúde e idosos a partir de 75 anos, nesta primeira etapa da vacinação.

O médico Hélio Ribeiro de Barros de 86 anos, Edelzuita da Silva, de 89 anos, e a primeira profissional de Saúde a ser imunizada, Antônia Celestina de Jesus, de 40 anos.
A Secretaria de Saúde do município salienta que a importância do uso de máscaras de proteção, higiene da mãos e o distanciamento social são imprescindíveis no combate ao coronavírus. Caso tenha sintomas gripais, procure a UPA 24h.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios