CidadesCuriosidadesEducaçãoMenu PrincipalTop
Trending

#Brasil: IBGE abre mais de 200 mil vagas para Censo Demográfico 2021; saiba aqui como participar

O ideal é que os recenseadores aprovados no processo seletivo sejam moradores próximos das localidades onde trabalharão, visto que isso facilitará os custos com deslocamentos e maior produtividade nas visitas domiciliares.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) anunciou, nesta quinta-feira (18), nova seleção de vagas para trabalhar no Censo Demográfico 2021. Foram publicados dois editais que oferecem 16.959 para agente censitário supervisor (ACS), 181.898 vagas para recenseador e 5.450 para agente censitário municipal (ACM) em 5.297 municípios do país.

Com o adiamento do Censo para 2021 devido à pandemia de covid-19, os processos seletivos para ACM, ACS e recenseadores abertos em 2020 foram anulados. Os inscritos na seleção do ano passado não estarão com a inscrição garantida para os processos seletivos deste ano. Será preciso fazer nova inscrição para garantir a participação na nova seleção.

As inscrições terão datas específicas de acordo com a vaga a ser concorrida. Para ACM e ACS, o candidato deverá se inscrever a partir desta sexta-feira (19) com o prazo máximo até o dia 15 de março. Já para recenseador, as datas de inscrição serão de 23 de fevereiro a 19 de março. Para informações acerca da distribuição de vagas, o candidato deverá acessar o site do Cebraspe, empresa organizadora dos processos seletivos.

O processo seletivo selecionará trabalhadores para vagas temporárias com contratos de duração prevista de três meses (recenseador) e cinco meses (ACM e ACS), podendo ser renovados de acordo com o próprio instituto e a disponibilidade orçamentária. As provas acontecerão nos municípios onde houver vagas. Serão aplicadas no dia 18 de abril para ACM e ACS, e no dia 25 de abril para recenseadores.

A aplicação em datas diferentes permite ao candidato participar dos dois processos seletivos. As vagas de recenseador exigem nível fundamental concluído e as de ACM e ACS, ensino médio completo. As inscrições terão taxa de R$39,49 para ACM e ACS, R$25,77 para recenseador e poderão ser pagas através do site, pela internet ou pessoalmente nas casas lotéricas ou banco. O detalhes de ambos os processos seletivos está disponível nos editais.

Recenseadores
Serão distribuídas 181.898 vagas para recenseadores em todo o Brasil. Estes profissionais entrevistarão todos os moradores do país com jornada de trabalho recomendável de, no mínimo, 25 horas semanais. De acordo com a quantidade de residências visitadas e pessoas recenseadas, o profissional será remunerado. Portanto, no hotsite do Censo 2021 haverá um simulador em que os candidatos poderão prever a remuneração a ser obtida, com base nos valores pagos por setor censitário nos diversos locais do Brasil.

O ideal é que os recenseadores aprovados no processo seletivo sejam moradores próximos das localidades onde trabalharão, visto que isso facilitará os custos com deslocamentos e maior produtividade nas visitas domiciliares.
Além disso, os recenseadores selecionados receberão um treinamento de caráter eliminatório e classificatório, com duração de cinco dias e carga horária de oito horas diárias. Para a parte presencial, também serão adotados protocolos sanitários contra a Covid-19.

ACM e ACS
Segundo os editais, os mais bem colocados em cada cidade ocuparão a vaga de ACM e será o responsável pela coordenação da coleta do Censo 2021 naquela cidade. Já o ACS, supervisionará os grupos de recenseadores. As remunerações dessas duas funções são de R$2.100 (ACM) e R$1.700 (ACS), com jornada de 40 horas semanais. Além do salário, ACM e ACS terão direito a diversos benefícios. Jornal da Chapada com dados do IBGE.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios