CidadesCuriosidadesEconomiaMenu PrincipalTop
Trending

#Chapada: No Dia Mundial da Água, Rio Utinga passa por estudos de ampliação da oferta hídrica na sub-bacia

Nos últimos cinco anos, o governo estadual aplicou R$3,85 bilhões em sistemas de abastecimento de água, esgotamento sanitário, infraestrutura hídrica, regulação e na gestão de planos.

‘Valorizar a água’ é o tema de 2021 do Dia Mundial da Água, comemorado nesta segunda-feira (22). O tema tem o intuito de alertar para as consequências negativas do crescimento populacional, do aumento do seu uso na agricultura e na indústria e das alterações climáticas, na preservação da água.

Para a Chapada Diamantina, o assunto é bastante discutido em relação crise hídrica enfrentada no Rio Utinga. O corpo hídrico abastece os municípios de Utinga, Wagner, Lajedinho e Andaraí. Tem como afluentes os rios Mucambo, Verde, Bonito, Atalaia e Cachoeirinha. Sua microbacia é um dos conjuntos mananciais que mais contribui com a Bacia do Paraguaçu, responsável por 60% do abastecimento de água da capital baiana.

O corpo hídrico abastece os municípios de Utinga, Wagner, Lajedinho e Andaraí | FOTO: Divulgação |

Com a seca em vários trechos, a disputa por água entre pequenos e grandes agricultores se tornou acirrada. Diante disso, houve uma preocupação por parte da gestão pública sobre a possibilidade de desempregos, diminuição na produção de alimentos e, até mesmo, no abastecimento de água de Salvador.

Na Bahia estão em fase de elaboração os Planos Regionais de Saneamento Básico`(PRSB), considerando que no Marco Legal, sancionado em julho do ano passado, estão permitidos os modelos regionalizados, levando em conta os indicativos econômicos e os serviços necessários em cada cidade.

O estado vai precisar de R$14 bilhões para atender as premissas do Marco, de acordo com o secretário estadual de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs), Leonardo Góes. Ele destacou que nos últimos cinco anos o estado aplicou R$3,85 bilhões em sistemas de abastecimento de água, esgotamento sanitário, infraestrutura hídrica, regulação e na gestão de planos.

O estado vai precisar de R$14 bilhões para atender as premissas do Marco | FOTO: Jornal da Chapada |

Um dos estudos priorizados visa a ampliação da oferta hídrica na sub-bacia hidrográfica do Rio Utinga, estimando a disponibilidade hídrica superficial e subterrânea, cujas diretrizes vão guiar a tomada de decisões para seleção de obras estruturantes que devem fazer parte do plano estadual de segurança hídrica (PESH) no território.

Dia Mundial da Água
Este dia foi proclamado através da resolução 47/193 da Assembleia Geral das Nações Unidas, no dia 22 de dezembro de 1992. No Dia Mundial da Água, realiza-se a campanha H2Off – Hora de fechar a torneira. A campanha pretende mobilizar as pessoas a não abrirem as torneiras das 22h às 23h, de forma a tomarem consciência da importância deste bem. Este dia é um alerta para as populações e para os governos, tendo em conta a necessidade de preservação e poupança deste recurso natural tão valioso.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios