CidadesCuriosidadesEditorialMenu PrincipalTop
Trending

#Polêmica: Em resposta ao STF, presidente do Senado publica PEC que limita decisões monocráticas no Judiciário

A medida é uma clara represália contra a instalação da CPI da Covid-19, que pretende investigar a responsabilidade e a omissão do governo Bolsonaro no combate à pandemia.

Em reposta ao ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), publicou, nesta sexta-feira (9), uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que restringe o alcance das decisões monocráticas no Judiciário. Barroso havia determinado à presidência do Senado, nesta quinta (8), a instalação da CPI da Covid-19, com o objetivo de investigar a responsabilidade e a omissão do governo Bolsonaro no combate à pandemia do coronavírus.

Conforme o texto da PEC, uma manobra contra a CPI, “é vedada a concessão de medida cautelar monocrática que suspenda a eficácia de lei ou de ato normativo”. Além da publicação da proposta, uma clara resposta à decisão do ministro do STF, há um movimento de parlamentares aliados de Bolsonaro que defendem mais represálias, incluindo desobediência à Corte.

CPI da Lava Toga
Uma das sugestões dos bolsonaristas é para que Pacheco instale a CPI da Lava Toga, para, segundo eles, apurar possíveis irregularidades dos ministros do STF. Outra proposta é pressionar o presidente do Senado para que ele encaminhe pedidos de impeachment contra magistrados da Corte. A PEC 8/2021, de autoria do senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR), tem o mesmo conteúdo da versão apresentada pelo parlamentar em junho do ano passado. Redação da Revista Fórum com informações do Correio Braziliense.

Leia também

#Brasil: Presidente do Senado retruca sobre decisão do STF em abrir ‘CPI da Covid’ para investigar Bolsonaro

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios