CidadesCuriosidadesEditorialMenu PrincipalTop
Trending

Bolsonaro afirma que está aguardando “sinalização do povo” para “tomar providências sobre a crise econômica”

O presidente da República afirmou que fará o "que o povo quiser" que ele faça.

 
Na manhã desta quarta-feira (14), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou na saída do Palácio da Alvorada que está aguardando “uma sinalização do povo” para “tomar providências” em relação a crise econômica causada por consequência da pandemia do novo coronavírus.

Em trecho da conversa com os apoiadores o presidente declarou que, “o Brasil está no limite”. “O pessoal fala que eu devo tomar providências. Eu estou aguardando o povo dar uma sinalização. Porque a fome, a miséria e o desemprego estão aí. Não vê quem não quer”. Ele completou dizendo que alguns “pedem providências imediatas, mas que ele fará “o que o povo quiser” que ele faça.

“Amigos do Supremo Tribunal Federal, daqui a pouco vamos ter uma crise enorme aqui. Vi que um ministro despachou um processo para me julgar por genocídio. Olha, quem fechou tudo e está com a política na mão não sou eu. Agora, não quero brigar com ninguém, mas estamos na iminência de ter um problema sério no Brasil”, declara Bolsonaro ao se referir à atuação do Supremo Tribunal Federal.

De acordo com o presidente, ainda “há tempo de mudar”. “É só parar, usar menos a caneta e mais o coração”, afirma.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios