CidadesCuriosidadesMenu PrincipalSaúdeTop
Trending

#Chapada: Marcionílio Souza identifica três casos de reinfecção de covid; 12 pessoas estão em recuperação

O número total de confirmados desde o início da pandemia é 388, sendo 368 curados e oito óbitos. Uma pessoa segue com suspeita da doença e 35 são monitoradas.

De acordo com os dados epidemiológicos atualizados neste sábado (17), o município de Marcionílio Souza, na Chapada Diamantina, apresentou três casos de reinfecção da covid-19. Segundo a nota publicada pela Secretaria Municipal de Saúde, as pessoas já tiveram positivos há mais de 90 dias, apresentaram sintomas, e foram realizados diagnósticos por meio de exame no Laboratório Central da Bahia (Lacen-BA).

“Trata-se de três adultos residentes da sede e que apresentam sintomas respiratórios leves. Eles estão cumprindo isolamento domiciliar. Estamos seguindo todos os protocolos preconizados pelo Ministério da Saúde [MS]. Mas, diante do aumento dos casos confirmados e óbitos, é necessário a colaboração da população para que siga todas as orientações de prevenção já amplamente divulgadas, essenciais para frearmos a disseminação do vírus no município”, aponta a nota.

O município chapadeiro registrou em 24h oito novos casos da doença infectocontagiosa. O número total de confirmados desde o início da pandemia é de 388, sendo que desse total 368 estão curados, 12 ativos e oito evoluíram para óbitos. Uma pessoa segue com suspeita da doença e 35 são monitorados. Atualmente, a equipe de saúde municipal já testou 1.015 pacientes por meio do teste rápido.

Dados de reinfecção por covid-19
Segundo o artigo publicado pela Sociedade Brasileira de Análises Clínicas, vários países e diversas regiões do Brasil já reportaram casos de pacientes diagnosticados com covid-19, que voltaram a apresentar resultados de RT-PCR positivos e manifestação clínica da doença semanas ou meses após a remissão clínica da primeira infecção e da alta hospitalar baseada em dois resultados negativos por RT-PCR.

A reinfecção humana por Sars-CoV-2 foi comprovada pela primeira vez em agosto de 2020 em Hong Kong, por meio do sequenciamento genético de duas amostras coletadas por swab de nasofaringe do mesmo paciente, com intervalo de 142 dias. O genoma viral das duas amostras pertenciam a linhagens diferentes, o que comprova a hipótese de reinfecção da doença respiratória.

No dia 10 de dezembro de 2020, o Ministério da Saúde confirmou o primeiro caso de reinfecção por Sars-CoV-2 no Brasil. O caso é de uma médica de 37 anos, que reside em Natal, Rio Grande do Norte (RN). Ela teve a doença em junho, e teve resultado positivo novamente 116 dias depois do primeiro diagnóstico. Análise do genoma viral comprovou se tratar de dois genomas virais diferentes na primeira e segunda infecção.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios