CidadesCuriosidadesMenu PrincipalMundoTop
Trending

#Brasil: Pesquisa Exame/Ideia aponta que avaliação de Bolsonaro melhorou após internação

O presidente está internado desde quarta para tratar de uma obstrução intestinal e nestes dois dias a situação de sua saúde já impactou na sua popularidade.

A avaliação negativa do governo de Jair Bolsonaro (sem partido) caiu após a internação do presidente. É o que mostra a pesquisa Exame/Ideia divulgada nesta sexta-feira (16) e realizada entre os dias 12 a 15 de julho. Na última edição do levantamento, há uma semana, 57% dos entrevistados avaliavam o governo como ruim ou péssimo. Já nesta semana, são 51%.

Ainda de acordo com o levantamento, os que avaliam o governo como ótimo ou bom subiram de 20% para 26%. Os que avaliam como regular eram 22% na pesquisa do dia 8 de julho, e agora são 20%.

A pesquisa ouviu 1.258 pessoas entre os dias 12 a 15 de julho. As entrevistas foram feitas por telefone, com ligações tanto para fixos residenciais quanto para celulares.

O presidente Jair Bolsonaro está internado em São Paulo, no Hospital Vila Nova Star, desde quarta-feira, quando foi transferido do hospital das Forças Armadas, em Brasília.

Bolsonaro apresentava uma crise de soluços há dias, segundo ele mesmo. Em entrevistas e falas a apoiadores, o presidente vinha apresentando sinais de mal-estar. Na quarta, ele foi internado com obstrução intestinal.

O último boletim médico sobre o estado de saúde do presidente Jair Bolsonaro divulgado na noite desta quinta-feira (15) diz que ele mantém evolução clínica satisfatória: “Desta forma, foi retirada a sonda nasogástrica e planeja-se o início da alimentação para amanhã. O presidente segue sem previsão de alta hospitalar”.

Em entrevista ao apresentador bolsonarista Sikêra Jr, o presidente informou na tarde desta quarta que “a chance de cirurgia está bastante afastada”.

Material fecal de Bolsonaro
Em vídeo publicado na manhã desta quinta-feira (15), o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) confirmou a retirada de “1 litro de líquido” que estava acumulado no estômago de Jair Bolsonaro (sem partido) em razão da obstrução intestinal.

A informação foi antecipada pelo Blog do Rovai, na Fórum, na quarta-feira (14). Esse procedimento foi feito pela sonda que foi removida. A redação é do site da Revista Fórum.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios