CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolíciaTop
Trending

#Chapada: Comerciante é solto após pagar fiança de R$30 mil por ter furtado energia elétrica em Campo Formoso

A Coelba divulgou que recuperou 157 milhões de kWh nos seis primeiros meses do ano, energia suficiente para abastecer 1,3 milhão de residências por um mês ou Feira de Santana, segunda maior cidade da Bahia, durante dois meses e meio.

Um comerciante do ramo da venda de cimento foi solto da prisão na última terça-feira (3) após pagar fiança no valor de R$30 mil por ser suspeito de ter furtado energia elétrica na cidade de Campo Formoso, na Chapada Norte. O furto de energia é crime sujeito a penalidade de até oito anos de reclusão.

A prisão ocorreu com o intuito de combater esse tipo de crime praticado por grandes empresários da região Norte da Bahia. Além disso, a prisão foi efetuada durante uma operação conjunta entre a 19ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (19ª Coorpin), o Departamento de Polícia Técnica (DPT) e a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba).

Conforme investigações, ainda não há estimativas dos valores roubados pelo homem, que praticava o crime há aproximadamente um ano. Logo, a polícia informou que o material utilizado para o crime foi retirado da rede da Coelba.

A empresa, por sua vez, divulgou que recuperou 157 milhões de kWh nos seis primeiros meses do ano, energia suficiente para abastecer 1,3 milhão de residências por um mês ou Feira de Santana, segunda maior cidade da Bahia, durante dois meses e meio. Esse foi o maior volume já registrado pela companhia para o período.

Entre janeiro a junho, foram feitas 176 mil inspeções em toda a Bahia e substituídos mais de 141 mil medidores obsoletos ou com defeito. Além disso, a Coelba identificou 55 mil irregularidades nas operações de combate ao furto de energia, que foram encontradas em todos os segmentos de consumidores.

Do total de energia, cerca de 79 milhões de kWh foram recuperados em fazendas e propriedades agrícolas e 27 milhões em residências. Ainda durante o período, foram realizadas 25 operações em parceria com a Polícia Civil, que resultaram na condução de quatro pessoas à delegacia para prestarem os esclarecimentos necessários. Jornal da Chapada com informações de G1.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios