CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolíticaTop
Trending

#Polêmica: Rui Costa critica empresários que faturam até “R$5 milhões” e “só falam em fazer Carnaval”

Rui Costa também citou o exemplo da China, que chega a fechar cidades quando são constatados dois casos novos da doença.

O governador Rui Costa (PT), que cumpre agenda nesta terça-feira (16) em Ilhéus, voltou a criticar pessoas ligadas à “indústria do Carnaval” que querem a realização da festa em 2022.

“Tem gente que ganha R$ 5 milhões no Carnaval; R$ 3 milhões, R$ 4 milhões; eu respeito a opinião dessas pessoas. Agora mais importante que qualquer festa é a vida das pessoas, é a vida dos seres humanos”, disse o petista, que foi a Ilhéus para autorizar obras de restauração da BA-001 e modernização em escolas da cidade.

“Quem tem negócio no Carnaval só fala em fazer Carnaval. Eu também quero fazer Carnaval, mas só vou fazer se eu não [tiver que] encarar depois milhares de pessoas morrendo de Covid. Eu não quero botar a cabeça no meu travesseiro e imaginar que parte daquelas mortes foi por conta da minha decisão de permitir Carnaval”, disse o governador.

O petista disse que pedirá às pessoas para continuarem a se vacinar; ele voltou a mencionar o dado que aponta que 700 mil baianos que tomaram a primeira dose da vacina não retornaram para cumprir o prazo de vacinação contra a Covid-19.

Rui Costa também citou o exemplo da China, que chega a fechar cidades quando são constatados dois casos novos da doença; ele comparou com a média de casos diários na Bahia – cerca de 2.500 – mas com o desejo de parte da sociedade de realizar Carnaval.

“Eu respeito as pessoas que trabalham no Carnaval, que empreende, que monta camarote, que monta bloco. Tem muita gente que comercializa o Carnaval, que tem seu empreendimento em torno do Carnaval”, ponderou o governador, durante o discurso na manhã desta terça, em Ilhéus. As informações são do Política Livre.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios