PSC deve apoiar chapa encabeçada pela senadora Lídice da Mata

lidice

A senadora Lídice da Mata (PSB) | FOTO: Reprodução/Ag. Senado |

Enquanto o PV já definiu o seu apoio ao ex-governador Paulo Souto (DEM) na corrida eleitoral deste ano à chefia do Palácio de Ondina, o PSC, agremiação encabeçada pelo suplente do senador João Durval (PDT), Eliel Santana, vai decidir qual postura tomar na majoritária nesta semana. A decisão pode sair a qualquer momento. Segundo Santana, houve diálogo com os três pré-candidatos: além de Souto, a senadora Lídice da Mata (PSB) e o deputado federal Rui Costa (PT). Segundo o suplente de senador, nos últimos meses, a tentativa foi de unificação de discurso, para não provocar descontentamento entre seus filiados. Além da viabilidade para as eleições proporcionais, o PSC também almejava a vaga de concorrência ao Senado, como aconteceu quando o ex-ministro Geddel Vieira Lima, hoje membro do grupo de Souto, chegou a cogitar lançar candidatura própria.

Outro ponto ainda não definido é o espaço nas chapas majoritárias. A situação é delicada, pois os três pré-candidatos possuem seus presidenciáveis, fato que preocuparia Eliel, pois ele é o responsável pelo palanque do Pastor Everaldo (PSC), pré-candidato a presidente e quarto colocado nas últimas pesquisas de intenção de voto. O vereador de Salvador Heber Santana (PSC), filho de Eliel, compartilha do mesmo sentimento do pai de que chegou a hora do posicionamento. Em declaração à imprensa, o edil acredita que a decisão não passa desta semana e a tendência é seguir para um consenso e “se engajar no projeto”, disse.

Em relação à preferência, o vereador confirma sua predileção ao ex-governador Paulo Souto, líder da última pesquisa de intenções de votos do Ibope. Mas resguarda o indicativo como opinião pessoal e deve seguir a orientação que será escolhida por seus líderes. Vale lembrar que o PSC é uma das legendas, assim como o PRB, que faz parte das duas bases: a do prefeito ACM Neto (DEM) e a do governador Jaques Wagner (PT). Ambos possuem membros apadrinhados em chefias nas duas gestões. Na prefeitura, Heber havia emplacado, em abril do ano passado, Eude Lima na presidência do Instituto de Previdência do Salvador (Previs). Já no governo, o PSC tem apadrinhado na diretoria geral do Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro). O nome é o de Osny Bomfim.

Na Câmara, além de Heber, a bancada também é composta por Alberto Braga (PSC). Já na Assembleia Legislativa da Bahia o PSC possui três deputados: Maria Luiza Orge, Pastor Sargento Isidório e Vando. Inclusive, no início de abril, Isidório chegou a anunciar que, caso o seu partido debande para chapa de oposição, ele marchará ao lado do deputado federal Rui Costa. Extraído da Tribuna da Bahia.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.