Deputado petista diz que movimento sem teto deve manter projeto de luta por moradia

Postado em ago 26 2014 - 12:10pm por Jornal da Chapada
valmir

Valmir recebe lideranças do MSTS de Salvador no comitê central de campanha | FOTO: Tássio Brito |

Após maratona de atividades políticas pelo interior da Bahia, o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) recebeu lideranças e membros do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MSTS) para plenária no comitê central de campanha em Salvador. O debate dessa noite de segunda-feira (25) envolveu mais uma vez o projeto de luta do movimento por acesso a moradia e mais políticas públicas de inclusão social. Junto com a deputada estadual Fátima Nunes (PT) e o dirigente do MSTS Jhones Bastos, Valmir defendeu ações para solucionar o déficit habitacional que existe no estado, e lembrou dos investimentos de R$ 13,8 bilhões na construção de 261 mil moradias no estado. O parlamentar ainda lembrou da importância de eleger pessoas ligadas a movimentos sociais.

“Virei deputado porque, lá atrás, o MST entendeu que um de nós deveria assumir essa posição e isso é um posicionamento que os sem tetos precisam ter, eleger um de nós para continuarmos na luta por mais espaços e em busca de novas políticas”, afirma Assunção ao lado da deputada Fátima Nunes. Para a petista, os avanços da política de moradia nos governos de Lula e Dilma “foram fundamentais para a melhoria da qualidade de vida das pessoas, mas há muito ainda para ser feito”. Já o dirigente do MSTS, Jhones Bastos, disse que os investimentos do governo federal devem ser ampliados. “Antigamente as pessoas não tinham casas e a presidente Dilma resolveu isso com moradia de qualidade. O beneficiário ainda tem crédito de R$ 5 mil para aquisição de móveis e estrutura para a casa”, completa.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.