Chapada: Adab leva curso de agente pragueiro para o município de Itaberaba

Postado em set 15 2014 - 3:36pm por Jornal da Chapada
seagri

Aula prática com técnicos e agentes pragueiros na região de Itaberaba | FOTO: Divulgação |

Atendendo à demanda do setor produtivo, aconteceu na semana passada, entre os dias 9 e 10 deste mês, o segundo Curso para Formação de Agente Pragueiro nas Fazendas Santa Cruz e Santo Antônio, em Itaberaba. A coordenadoria regional da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) de Itaberaba, vinculada à Secretaria de Agricultura da Bahia (Seagri), capacitou 40 pessoas para o reconhecimento de pragas nos pomares de Lima Ácida Tahiti, dentre eles funcionários das fazendas, alunos do CETEP/Itaberaba e dos cursos técnicos em agropecuária do PRONATEC/Unime/Lauro de Freitas.

O curso instruiu sobre os fundamentos e técnicas de amostragem, observação e registro das principais pragas da Limeira Ácida Tahiti, além da atualização técnica sobre Huanglongbing dos Citros, Cancro Cítrico, Mancha Preta dos Citros, Cochonilha Rosada do Hibisco, Mosca-negra-dos-citros e Clorose Variegada dos Citros (CVC).

ita

Os participantes receberam material informativo sobre a identificação de pragas e descarte final de embalagens vazias de agrotóxicos | FOTO: Divulgação |

“Utilizamos a metodologia de monitoramento proposta pela EMBRAPA/CNPMF, em que utiliza a o tamanho da amostra o equivalente a 1% da área plantada”, explicou a coordenadora do Programa Fitossanitário da Cultura dos Citros, Suely Brito. Após a aula expositiva, os participantes puderam acompanhar a aula prática no campo, quando observaram não só as pragas, como também os inimigos naturais.

Os participantes receberam material informativo sobre a identificação de pragas e descarte final de embalagens vazias de agrotóxicos. A equipe de instrutores foi composta pela auxiliar de fiscalização, Maria Aparecida Carvalho de Almeida, lotada em Cruz das Almas e pelos engenheiros agrônomos da Adab Antônio Campos Lopes, de Itaberaba e Ricardo S. Motta, de Alagoinhas, com o apoio técnico e administrativo da Coordenadoria Regional de Itaberaba, através do coordenador regional, o médico veterinário Luciano Lima.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.