Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu Principal

Vereador diz que Salvador precisa avançar em setores fundamentais do convívio social

suica
O vereador Suíca durante visita ao Posto de Saúde de Amaralina | FOTO: Ascom |

Educação, saúde, infraestrutura, lazer e transporte público são alguns dos setores do convívio em sociedade que foram questionados pelo vereador de Salvador Luiz Carlos Suíca (PT), nesta segunda-feira (29). Para o edil, mesmo com os avanços apresentados pela prefeitura de Salvador, essas áreas ainda continuam com déficit, como por exemplo, os postos de saúde de bairros periféricos que precisam de reformas e de atendimentos ampliados. “Estive esse ano na unidade de saúde de Amaralina, onde a prefeitura afirmou que resolveria os problemas de infiltração, mofo, reboco e quadro de funcionários. A comunidade protestou e interditaram o posto de saúde, que deve ser reformado já neste mês de janeiro”, frisa Suíca. Para o petista, o aumento da tarifa de ônibus coletivo para R$ 3 é também um problema que os movimentos sociais e a bancada de oposição ao atual governo municipal devem se debruçar na tentativa de barrar o aumento, que foi oficializado nesta segunda.

Suíca afirma que dará todo o apoio aos manifestantes e lembra que essa ofensiva, de aumento de tarifa, foi o estopim para os protestos que aconteceram em junho de 2013. “Foi com esse clima que, em São Paulo, os manifestantes ocuparam as ruas para evitar o aumento, mas acredito que essa força será apresentada durante outros embates na sociedade, como nos diálogos pela reforma política, que deve envolver todos os setores sociais”, completa o vereador. Ainda segundo o edil, as áreas questionadas precisam contemplar, principalmente, as comunidades periféricas. “O governo deve ser de todos, e não apenas de uma parcela elitista da sociedade. Já tinha apontado alguns problemas administrativos e de estruturas precárias em 2014, mas ainda temos setores que precisam de apoio da gestão e a educação é uma delas, precisamos dar condições para que os estudantes tenham apenas a responsabilidade de estudar, com garantia de alimentação e transporte”.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios