CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

Oposição critica demissões em estaleiro e responsabiliza Petrolão pelos estragos

sandro
O deputado estadual Sandro Régis (DEM) é líder da oposição na Assembleia da Bahia | FOTO: Divulgação |

Os reflexos da má gestão na economia e a alarmante corrupção que devasta empresas sólidas como a Petrobras já começam a fazer estragos na vida dos trabalhadores brasileiros. A ponderação foi feita nesta quarta-feira (7), pelo deputado Sandro Régis (DEM), indicado líder da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia, função que passará a ocupar a partir do dia 2 de fevereiro com a posse dos deputados da nova Legislatura. O parlamentar, que reuniu-se com assessores em seu gabinete, referiu-se à demissão de mais 500 funcionários do Estaleiro Enseada, confirmadas ontem, 6, pelo Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada e Montagem Industrial (Sintepav). As demissões foram efetivadas pelo Consórcio Estaleiro Paraguaçu, responsável pela construção do estaleiro e que em dezembro já havia demitido 470 pessoas.

“O que estamos assistindo são os resultados do Petrolão. São os trabalhadores brasileiros pagando na ponta o ônus da ineficiência, da má gestão, da corrupção e da irresponsabilidade desse governo”, disparou Régis, dando mostra de que exercerá de forma ostensiva e fiscalizadora a liderança do bloco da minoria. Ele lembrou ainda que é com horror que a população ver a Petrobras perder recursos para esquemas fraudulentos, enquanto paga na bomba uma das gasolinas mais caras do mundo. Mesmo sendo o 13° maior produtor de petróleo do mundo, o Brasil tem a 16ª gasolina mais cara, quando se leva em conta o poder de compra do trabalhador”, disse o deputado, observando que a gasolina vendida no Brasil pela Petrobras às distribuidoras de combustíveis está mais cara do que a média dos valores cobrados no mercado externo. Nos EUA, segundo Régis, a gasolina está duas vezes mais barata do que no Brasil.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas