Pular para a barra de ferramentas
AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal

Baiano de Lauro de Freitas será nomeado mediador da paz da ONU

barreto
Yuri Fernandes será embaixador da Paz pela ONU em Lauro de Freitas | FOTO: Tony Barreto |

A Organização das Nações Unidas está recrutando líderes comunitários para atuarem como mediadores da paz em cidades onde o índice de homicídio tem aumentado nos últimos dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). No município de Lauro de Freitas, o mestre de jiu-jitsu, Yuri Fernandes, será nomeado mediador e líder na paz, em abril. Ele está entre as lideranças do município, representando o Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), que vão difundir os projetos da ONU para diminuir a violência e os conflitos em bairros da cidade.

De acordo com Yuri, o trabalho é uma forma de mudar o rumo da violência e dos altos índices de crimes cometidos na região de Vilas do Atlântico e Ipitanga, áreas que se transformaram em conglomerados urbanos. “Seguimos com atividades de prevenção da criminalidade, considerando sempre que crime e violência exigem abordagem integral. O que faço é ir onde o ‘braço do estado’ não consegue chegar ou não chega por inteiro”, salienta o mediador.

Em Lauro de Freitas, Yuri Fernandes desenvolve e participa de 18 projetos que envolvem ações em diferentes áreas, não apenas com as polícias Civil e Militar, mas também com órgãos públicos. “São prevenções e atividades que dão estímulo à auto regulação para que as pessoas cumpram as regras comuns de convivência de forma voluntária, sem precisar de repreensão policial ou de intervenção jurídica. Focamos na segurança, e na integridade física e patrimonial”, lembra o líder comunitário.

São atribuições do mediador da paz o incentivo à utilização de sistemas de monitoramento de vídeo, placas de identificações dos programas desenvolvidos, além de promover diálogos e palestras com membros dos bairros, em um processo integrado de comunicação. “Aceitei essa nomeação por acreditar que já faço a mediação na prática e o título é apenas uma oficialização da função. Ou seja, nos envolvemos em todas as demandas da região e resolvemos”, pontua.

A integração entre os moradores é o principal laço para o comprometimento da difusão da cultura de paz, principalmente quando se envolvem autoridades e profissionais da segurança. Acreditando nessa premissa, Yuri, que é lutador de jiu-jitsu e campeão de todos os campeonatos municipais e estaduais, se mostra confiante no projeto. Ele lembra o envolvimento das crianças em compartilhar experiências como palestras motivacionais, valorização dos direitos humanos e contato com comunidades vulneráveis da região ao redor dos bairros assistidos. Yuri Fernandes ainda mantém um projeto social no município de Palmeiras, na Chapada Diamantina, levando segurança e artes marciais para jovens e adultos em situação vulnerável socioeconomicamente.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios