Pular para a barra de ferramentas
AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal

Eduardo Cunha libera bancada LGBT para tentar regulamentar prostituição

cunha
O presidente da Câmara desarquivou o projeto e inicia debate com a bancada LGBT | FOTO: Reprodução |

Declaradamente contra projetos de legalização do aborto, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que é evangélico, tratou de compensar a bancada feminista e progressista com seu aval para a tramitação de outro projeto, a fim de evitar crise maior por seus princípios religiosos. Autorizou o desarquivamento do Projeto de Lei 4211/12 do deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), que regulamenta a profissão de ‘profissionais do sexo’. Desde que apresentada, a proposta virou novela num jogo de empurra entre comissões.

Até esta decisão, o cenário era muito ruim para Eduardo Cunha junto às bancadas progressistas e de direitos humanos das minorias. Ele tenta agora reverter o quadro. Em agosto de 2012, o deputado Wyllys tentou a redistribuição do PL para ‘cair’ direto na Comissão de Direitos Humanos e a decisão na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) em caso terminativo (sem ir a plenário). Foi barrado. O PL foi arquivado por Henrique Eduardo Alves no fim da sua gestão, e desarquivado por Cunha em 6 de fevereiro. Na última terça, o presidente autorizou a criação de Comissão Especial. Matéria do Portal UOL.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios