CidadesCuriosidadesEconomiaMenu Principal

Investimentos no Centro Antigo reforçam valor sociocultural de Salvador, diz Valmir

valmir
O deputado federal Valmir Assunção | FOTO: Reprodução |

O governo estadual mantém os investimentos em infraestrutura no Centro Antigo de Salvador, beneficiando uma região onde vivem mais de 77 mil moradores. Esses investimentos foram apontados pelo deputado federal Valmir Assunção (PT-BA), nesta quinta-feira (23), como parte dos 120 dias de atuação do chefe do Executivo baiano, o governador Rui Costa (PT). Para Valmir, “a atuação de Costa em tornar prioridade a implementação e elaboração do Plano de Reabilitação do Centro Antigo, fez com que o governo realizasse um conjunto de ações estratégicas que reabilita, preserva e valoriza toda a região”. Essas obras são executadas pela Diretoria do Centro Antigo de Salvador (Dircas), órgão vinculado à Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder). Com orçamento de R$ 121 milhões, o projeto de requalificação das vias urbanas e passeios do Centro, por exemplo, modernizará mais de 200 ruas, em 11 bairros que integram a região.

Rampas com acesso para portadores de necessidades especiais, piso tátil direcional e de alerta, calçadas, faixa de serviço em placas de concreto, 13 quilômetros de ciclofaixa e nova pavimentação (73 quilômetros), sendo asfalto (48 quilômetros) e paralelepípedo reaproveitado (25 quilômetros). “São ações que valorizam a região histórica da capital e mantém a cultura local viva. Além do mais, os bairros periféricos ganham infraestrutura, assim como a requalificação urbana da Baixa dos Sapateiros que vai auxiliar o comércio local”, salienta Assunção. O governo do Estado entregou recentemente um conjunto de obras na região, conhecida pelo tradicional comércio, destacando-se a reforma do Quartel do Corpo de Bombeiros, a Praça dos Veteranos e a Ladeira do Pax. A obra ao longo da J.J.Seabra segue até o Largo da Barroquinha.

No setor de habitação social, o Fundo de Investimento Imobiliário do Centro Histórico de Salvador já entregou 500 novas moradias, assim como 107 unidades do Conjunto Nossa Senhora do Pilar, no Pilar, em 2012. “Foram reformados também 38 casarões que estavam sem infraestrutura, e entregues outras moradias para servidores públicos e moradores da região, e há ainda novos projetos em andamento. A intervenção do governo é reparar e dar manutenção externa também dos telhados de casarões e igrejas, além de recuperar monumentos, pintura e iluminação cênica. Tudo com atuação da Conder e da Dircas”, afirma Valmir. Em dois anos, o governo recuperou 756 imóveis, correspondente a 90% do total programado para a região do Centro Histórico, que incluem, além do Santo Antônio, as ruas do Terreiro de Jesus, Cruzeiro do São Francisco e Pelourinho.

Etiquetas
Mostrar mais

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Pular para a barra de ferramentas